Hoje nas notícias: ADSE, Jerónimo Martins e videovigilância

  • ECO
  • 12 Setembro 2019

Queixa da Jerónimo Martins a Bruxelas, entrevistas a Rui Moreira e Arménio Carlos, vouchers para manuais entregues já em aulas e nova tabela de preços da ADSE em destaque nas notícias.

A dívida de 20 milhões em taxa de segurança alimentar acumulada pela Jerónimo Martins é um dos destaques da imprensa nesta quinta-feira, com a dona do Pingo Doce a dizer que apresentou queixa à Comissão Europeia. Referência ainda para duas entrevistas. A primeira é a Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto que diz pretender reforçar a videovigilância para combater o tráfico de droga na cidade. A segunda é a Arménio Carlos que defende aumentos de 90 euros para todos e Critica o PS por o trabalho ser o “parente pobre do programa” eleitoral. Já a ADSE vai poder exigir relatório para justificar excesso de análises clínicas, enquanto dez mil alunos vão ter acesso aos vouchers para manuais com aulas a decorrer.

Jerónimo Martins não quer pagar 20 milhões e queixa-se a Bruxelas

A Jerónimo Martins tem uma dívida acumulada de mais de 20 milhões de euros, por se recusar a pagar uma taxa de segurança alimentar criada em 2012 por Assunção Cristas, quando era titular da pasta da Agricultura. Para a cadeia retalhista, esta legislação é “inconstitucional” e, nesse sentido, apresentou uma queixa à Comissão Europeia. Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

ADSE vai poder exigir relatório para justificar excesso de análises clínicas

Com vista a controlar excessos e abusos, a ADSE pretende introduzir na nova tabela de preços para o regime convencionado que sempre que se verifique um número significativo de análises clínicas, e de forma repetida um determinado período, que possa ser exigido um relatório médico que justifique a sua necessidade. Entre as medidas com vista à obtenção de poupanças, a nova tabela de preços também impede a realização de mais que uma intervenção cirúrgica por dia paga pelo subsistema de saúde. A proposta de tabela é discutida esta quinta-feira no Conselho Geral e de Supervisão da ADSE. Leia a notícia completa na TSF (acesso livre).

Rui Moreira quer combater tráfico de droga no Porto com videovigilância

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, dá uma entrevista ao Jornal de Notícias onde se destaca o facto de este pretender combater o tráfico de droga naquela cidade através do reforço da videovigilância. “Se é proibido, mandem prender-me” diz Rui Moreira. Leia a notícia completa no Jornal de Notícias (acesso pago).

Dez mil alunos têm acesso a vouchers para manuais com aulas a decorrer

Cerca de dez mil alunos dos colégios com contratos de associação só agora estão a ter acesso aos vouchers para levantar manuais gratuitos. Na base do problema estarão erros no envio de dados para o Instituto de Gestão Financeira da Educação por parte dos colégios, que neste ano passou a centralizar o processo. Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso pago).

CGTP defende salário mínimo nos 850 euros e aumentos de 90 euros para todos

Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP, dá uma entrevista à Renascença e ao Público onde defende o primeiro patamar para a subida do salário mínimo até aos 850 euros a curto prazo, com um aumento em janeiro de 90 euros para todos. Critica o PS por o trabalho ser o “parente pobre do programa” e ainda os sindicatos dos motoristas por “prestarem um péssimo serviço aos trabalhadores”. Leia a notícia completa na Renascença (acesso livre).

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: ADSE, Jerónimo Martins e videovigilância

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião