SPS participa no Fórum Ibérico NPL em Lisboa

A SPS está apostada em garantir um resposta célere e eficaz ao problema do crédito malparado. É a patrocinadora da 5.ª edição do Fórum Ibérico NPL, em Lisboa.

A SPS vai patrocinar a 5.ª edição do Fórum Ibérico NPL, que terá lugar no dia 3 de outubro, em Lisboa. Em representação da sociedade de advogados na conferência organizada pela CMS eventos estarão Edmundo Batalha Reis, Filipa Ruano Pinto, Nédia da Fonseca Nunes, Mónica Gonçalves Nunes, Jorge Neta e Pedro Cabral.

O mercado dos NPL (crédito malparado) continua muito ativo e em crescimento, tanto em Portugal como no resto da Europa, exigindo aos seus players soluções cada vez mais sofisticadas e novos mecanismos de atuação”, refere a sociedade.

“A SPS tem acompanhado atentamente o desenvolvimento deste mercado, assim como o aparecimento de legislação nacional e europeia que este provocou, razão pela qual marca presença em vários fóruns de discussão nos mercados ibérico e europeu, nota, em comunicado.

A sociedade tem apostado no desenvolvimento de plataformas com ferramentas de tratamento e gestão processual e documental, de modo a garantir um resposta célere e eficaz.

“A SPS está por isso empenhada em entregar respostas no NPL que sejam cost effective para o cliente tendo, nos últimos dois anos, assessorado grandes operações em Portugal”, nota a sociedade.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

SPS participa no Fórum Ibérico NPL em Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião