Ainda não sabe onde vai votar? Descubra aqui

  • ECO
  • 6 Outubro 2019

As legislativas são este domingo. Se não está certo do local onde vota nestas eleições, conheça aqui as três formas mais simples de saber onde é chamado a exercer o seu dever democrático.

Milhões de eleitores portugueses são chamados este domingo às urnas, com a missão de escolherem a composição da Assembleia da República (AR) na próxima legislatura, de onde emanará um novo Governo. Cidadãos de nacionalidade portuguesa com mais de 18 anos estão aptos a participar nestas legislativas, bastando apresentarem o cartão de cidadão junto dos responsáveis pela assembleia de voto.

A eleição é feita por círculos eleitorais e o sítio onde terá de se deslocar para exercer este dever democrático varia consoante o sítio onde está recenseado. Porém, é muito fácil de saber.

Existem três formas para saber onde vota:

  • Envie uma mensagem de texto gratuita para o número 3838. Na mensagem, escreva apenas “RE NUMEROCC AAAAMMDD”, em que NUMEROCC é o número do seu bilhete de identidade ou cartão de cidadão e AAAAMMDD é a sua data de nascimento (AAAA=ano; MM=mês; DD=dia). Por exemplo: RE 12344880 19891007.
  • Caso não tenha forma de enviar uma mensagem, pode consultar o portal oficial criado pelo Ministério da Administração Interna, disponível em www.recenseamento.mai.gov.pt. Basta indicar o número do seu documento de cidadão, data de nascimento e preencher o código de verificação que surge numa imagem apresentada.
  • Em último caso, pode saber onde vota perguntando na Junta de Freguesia ou Câmara Municipal da sua área de residência.

Lembre-se: o número de eleitor deixou de existir desde as últimas eleições europeias. Ou seja, para exercer o voto, basta levar consigo o documento de identificação válido. Pode ainda obter mais informações sobre estas eleições no Portal do Eleitor e conhecer aqui os nomes de todos os candidatos das listas apresentadas pelos partidos concorrentes.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ainda não sabe onde vai votar? Descubra aqui

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião