Banco Montepio vende ativos imobiliários com valor de 102 milhões de euros à Façanha Cristalina

  • Lusa
  • 8 Outubro 2019

Segundo o Montepio, a carteira tem um valor bruto contabilístico de 102 milhões de euros e é composta por 1.062 imóveis, “com uso predominantemente residencial”, espalhados pelo território português.

O Banco Montepio vendeu uma carteira de ativos imobiliários, com um valor bruto contabilístico de 102 milhões de euros, à empresa portuguesa Façanha Cristalina, detida integralmente por um consórcio de investidores estrangeiros, foi esta terça-feira anunciado.

“No passado dia 30 de setembro, o Banco Montepio alienou uma carteira de ativos imobiliários designada por BRICK’ à empresa Façanha Cristalina, S.A., empresa portuguesa integralmente detida por um consórcio de investidores estrangeiros, que reforçaram o seu posicionamento no mercado português”, indicou, em comunicado, o banco.

De acordo com a instituição financeira, a carteira tem um valor bruto contabilístico de 102 milhões de euros e é composta por 1.062 imóveis, “com uso predominantemente residencial”, espalhados pelo território português.

“A concretização desta operação materializa a estratégia do Banco Montepio de contínua redução de ativos não estratégicos e do reforço do foco no negócio bancário”, concluiu a instituição financeira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco Montepio vende ativos imobiliários com valor de 102 milhões de euros à Façanha Cristalina

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião