Caixa tem luz verde para vender operação na África do Sul. Vai encaixar 192 milhões de euros

Reguladores deram luz verde à venda do sul-africano Mercantile Bank ao Capitec Bank. Venda vai ser por 192 milhões de euros, mas transação tem um impacto patrimonial positivo estimado em 60 milhões.

As autoridades sul-africanas deram luz verde à venda do Mercantile Bank ao Capitec Bank. A operação, que só deverá estar concluída em novembro, será feita por 192 milhões de euros, mas ainda poderá haver ajustamentos. A transação tem um impacto patrimonial positivo estimado em cerca de 60 milhões de euros, de acordo com a nota que a Caixa enviou ao mercado.

Esta operação, tal como a venda em Espanha, poderá ajudar os resultados da Caixa, que registou um lucro do semestre de 417,5 milhões de euros e não 282,5 milhões como previsto inicialmente.

“A participação na Mercantile será alienada por um preço global de 3.200 milhões de rands sul-africanos, cerca de 192 milhões de euros (considerando uma taxa de câmbio EUR/ZAR de 16,7). Considerando as informações atualmente disponíveis, esta transação tem um impacto patrimonial positivo estimado em cerca de 60 milhões de euros”, refere o comunicado publicano na CMVM.

No entanto, o valor de venda não está fechado. “Está sujeito a ajustamentos decorrentes da variação patrimonial (Net Asset Value) da Mercantile entre a data de referência estabelecida no acordo de venda direta (30 de Abril de 2018) e o último dia do segundo mês anterior à respetiva data da sua efetiva alienação, bem como a ajustamentos decorrentes da variação cambial, pelo que o impacto patrimonial final para a CGD só será conhecido após a conclusão do processo de alienação”, acrescenta o comunicado.

Na informação que é prestada ao mercado, a Caixa explica que esta declaração “conclui o processo de aprovação, por parte das autoridades competentes” e que o processo de alienação “deverá estar concluído durante o mês de novembro de 2019”.

(Notícia atualizada)

Comentários ({{ total }})

Caixa tem luz verde para vender operação na África do Sul. Vai encaixar 192 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião