Prémio Nobel da Química para desenvolvimento de baterias de lítio

  • ECO
  • 9 Outubro 2019

John B. Goodenough, M. Stanley Whittingham e Akira Yoshino foram os vencedores do Prémio Nobel da Química, uma condecoração que se deveu ao "desenvolvimento de uma bateria de íons de lítio".

John B. Goodenough, M. Stanley Whittingham e Akira Yoshino foram os vencedores do Prémio Nobel da Química, uma condecoração que se deveu ao “desenvolvimento de uma bateria de íons de lítio”. Juntos, os três “criaram um mundo recarregável”, diz a Real Academia Sueca das Ciências.

Os vencedores já estão anunciados no site da academia sueca, que explica que o alemão John B. Goodenought, o britânico M. Stanley Whittingham e o japonês Akira Yoshino vão dividir o prémio de nove milhões de coroas suecas (cerca de 871 mil euros) em partes iguais.

O Prémio Nobel de Química 2019 recompensa “o desenvolvimento da bateria de íons de lítio”. “Esta leve, recarregável e poderosa bateria pode ser agora usada em tudo, desde telemóveis, a computadores portáteis e veículos elétricos. Também pode armazenar quantidades significativas de energia da energia solar e eólica, tornando possível uma sociedade livre de combustível fóssil“.

No ano passado, o Nobel da Química foi entregue aos norte-americanos Frances H. Arnold e George P. Smith e ao britânico Gregory P. Winter, que dividiram igualmente o prémio entre si.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Prémio Nobel da Química para desenvolvimento de baterias de lítio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião