Netanyahu devolve mandato. Não conseguiu formar Governo em Israel

  • Lusa
  • 22 Outubro 2019

Benjamin Netanyahu não foi capaz de formar Governo e viu-se obrigado a devolver o mandato ao presidente israelita. Abre margem para uma tentativa por parte do seu principal rival político, Beny Gantz.

O primeiro-ministro israelita em funções, Benjamin Netanyahu, admitiu ao Presidente de Israel, Reuven Rivlin, não ter reunido as condições necessárias para formar Governo e devolveu o processo ao chefe de Estado, abrindo margem para uma tentativa por parte do seu principal rival político.

Numa nota informativa, a Presidência israelita divulgou a decisão de Benjamin Netanyahu e avançou que irá encarregar Beny Gantz, líder da coligação centrista Azul e Branco (formação que conseguiu o maior número de deputados nas legislativas israelitas de setembro), de formar executivo num prazo de 28 dias.

“O Presidente Rivlin recebeu hoje [segunda-feira] o anúncio do primeiro-ministro e deputado Benjamin Netanyahu de que devolve o mandato para formar Governo porque não conseguiu fazê-lo”, referiu a nota presidencial. Este anúncio surge praticamente um mês depois de Netanyahu ter recebido, a 25 de setembro, o mandato para formar Governo, alguns dias depois das eleições legislativas de 17 de setembro.

É a segunda vez que Netanyahu falha a formação de Governo. A primeira tinha ocorrido em maio último, quando por falta de apoios decidiu convocar um novo escrutínio, pouco mais de quatro meses depois das anteriores eleições gerais.

Nas eleições de setembro, o Azul e Branco conseguiu 33 lugares e o Likud (a força política de Netanyahu, direita) 32, tendo Netanyahu obtido o apoio de 55 deputados e Gantz o de 54, ambos aquém dos 61 necessários para conseguir uma maioria absoluta no parlamento (Knesset, 120 lugares).

Ao longo do último mês, Netanyahu manteve negociações com a formação Azul e Branco e com o antigo parceiro Israel Beiteinu (direita nacionalista secular), a força política de Avigdor Lieberman (ex-ministro da Defesa de Netanyahu), mas sem sucesso.

Ao longo do processo negocial, Beny Gantz afirmou que se recusava participar num Governo dirigido por um primeiro-ministro ameaçado de ser acusado pela justiça por suspeitas de corrupção.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Netanyahu devolve mandato. Não conseguiu formar Governo em Israel

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião