Afinal, quanto custa ir ao Web Summit?

O Web Summit começa esta segunda-feira, mas quanto custa ir ao evento? A resposta é... depende. Os últimos bilhetes foram vendidos a mais de 1.000 euros.

Paddy Cosgrave trouxe o Web Summit da Irlanda para Portugal em 2016.Web Summit/Flickr

O corrupio dos bilhetes e pedidos de acreditação para o Web Summit começa meses antes do evento. É assim há quatro anos em Portugal. Para este ano, a organização espera mais de 70.000 pessoas em Lisboa para assistirem à conferência de tecnologia e startups, que decorre esta semana na zona da FIL e Altice Arena. Mas quanto custa ir ao evento?

Naturalmente existe curiosidade, pelo que é uma pergunta que muitos fazem todos os anos. Por exemplo, o Web Summit é gratuito para jornalistas. E há muita gente que consegue bilhetes gratuitamente, por diversas vias e concursos. Também há os milhares de voluntários que, apesar do trabalho intenso, têm a oportunidade de assistir a alguns momentos importantes. Mas isso não responde à questão que motiva este artigo: qual o preço de um bilhete para o Web Summit? A resposta é… depende. Mas pode ultrapassar os 1.000 euros.

Nos últimos meses, a empresa vendeu bilhetes a vários preços e em vários momentos. Quanto mais cedo foram comprados, menos os participantes tiveram de pagar. Por exemplo, a promoção “2 por 1” permitiu comprar dois bilhetes por 850 euros, ou seja, 425 euros por bilhete. Este foi o preço mais baixo que os participantes comuns puderam pagar para assistirem ao Web Summit, ainda que a promoção tenha obrigado a comprar um mínimo de dois bilhetes.

Daqui para a frente, os preços aumentaram. Os bilhetes Super Early Bird custavam 495 euros. Os Early Bird ficaram a 675 euros. E os bilhetes regulares custavam 850 euros. Porém, para quem só confirmou a presença já perto deste mês de novembro, os preços começaram a ganhar outras proporções: o bilhete Late custava 995 euros. E o bilhete Late Late, o último a ser vendido pelo Web Summit, chegou aos 1.195 euros, de acordo com dados da organização, cedidos ao ECO.

Foram estes os preços base praticados pela organização do Web Summit até ao início deste mês. Na passada sexta-feira, 1 de novembro, os bilhetes esgotaram: “We’ve officially sold out!”, disse a empresa. Ou seja, “estamos oficialmente esgotados”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Afinal, quanto custa ir ao Web Summit?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião