Vendas de carros voltam a subir em outubro, mas saldo do ano é negativo

  • ECO
  • 4 Novembro 2019

A Renault manteve-se a marca líder de vendas, tendo comercializado 24.797 carros entre janeiro e outubro. Segue-se a Peugeot e a Mercedes-Benz.

As vendas de automóveis em Portugal voltaram a aumentar em outubro, tal como tinha acontecido no mês anterior. Apesar disso, no acumulado do ano verifica-se uma quebra de 3,5% veículos ligeiros de passageiros, em relação a 2018, segundo revelam os dados da Associação do Comércio Automóvel de Portugal (ACAP).

Em outubro foram matriculados, no total, 19.047 automóveis, ligeiros e pesados, mais 7% do que no período homólogo. No que diz respeito apenas a veículos ligeiros de passageiros, as vendas em outubro cresceram 12,2% para 15.649 unidades. Nos ligeiros de mercadorias, houve um decréscimo de 9,6% para 2.917 novas matrículas. Os pesados também caíram, 23,8%, para apenas 481.

Matrículas de veículos automóveis em Portugal

Fonte: ACAP

Nos dez primeiros meses do ano, totalizam as 225.597 unidades, o que se traduz numa quebra de 3,1% face ao mesmo período do ano anterior. Continua, assim, a verificar-se uma tendência negativa no total dos carros vendidos desde o início do ano.

Só em janeiro é que as vendas bateram o período homólogo, registando-se uma variação global negativa desde então. Entre as várias tipologias, apenas os pesados têm um saldo positivo na totalidade do ano.

Ainda nos ligeiros de passageiros, a Renault manteve-se a marca líder de vendas, tendo vendido 24.797 unidades entre janeiro e outubro. É seguida pela Peugeot, que vendeu já 20.138 desde o início do ano. O pódio fica completo com a Mercedes-Benz, que nos primeiros dez meses do ano matriculou 14.114 carros.

Comentários ({{ total }})

Vendas de carros voltam a subir em outubro, mas saldo do ano é negativo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião