Web Summit: dez oradores a não perder no segundo dia

O negociador do Brexit, Michel Barnier e a CEO da Wikipedia são dois dos nomes de peso que vão estar na Web Summit esta terça-feira. Conheça outros oradores a não perder no segundo dia do evento.

Depois da grande abertura, a Web Summit começa agora em força. Os dias são sempre preenchidos pelo que é aconselhável ter uma agenda para não se perder entre tanta oferta. A pensar nos milhares de participantes que vão estar no Parque das Nações para o segundo dia de evento (mas também nos que vão acompanhar pelas redes sociais), o ECO preparou uma lista com dez oradores a não perder esta terça-feira.

1. Michel Barnier, negociador-chefe do Brexit

Não é da tecnologia, mas é uma das presenças mais aguardadas no segundo dia. Michel Barnier, negociador-chefe do Brexit em representação da União Europeia, vai falar a partir das 11h30 (no palco principal), sobre a Europa depois do divórcio entre Reino Unido e UE. É o homem “no coração do Brexit” e cuja presença irá, no entanto, depender das negociações em curso que levaram a data limite a ser adiada novamente para 31 de janeiro.

2. Tony Blair, ex-primeiro ministro do Reino Unido

Atualmente é o chairman executivo do Institute for Global Change, mas foi também primeiro-ministro do Reino Unido e Irlanda do Norte e é um forte crítico do Brexit. Face ao adiamento do divórcio até ao próximo ano e à marcação de eleições antecipadas para 12 de dezembro, Tony Blair vai falar sobre a “never ending story” do Brexit e sobre o que considera que o Reino Unido de fazer a seguir. É a partir as 15h40, no palco Future Societies.

3. George Papandreou, ex-primeiro ministro da Grécia

Ainda no campo da política e do futuro da Europa, a crise dos refugiados não é um tema que possa ser desvalorizado. Numa altura em que há mais de 30 milhões de refugiados no mundo inteiro e que a crise iniciada em 2015 ainda não tem solução à vista, especialistas na máteria vão explicar o que se pode fazer para ajudar. E questionam: “porque é que a tecnologia não fez mais?”. O ex-primeiro-ministro da Grécia George Papandreou vai juntar-se ao chief of digital engagement do UNHCR, Mike Walton, a partir das 11h50, no palco Future Societies.

4. Katherine Maher, CEO da Wikipedia

Saindo da política, mas mantendo o tema da abertura, a CEO da Wikipedia, Katherine Maher, é também uma das presenças mais aguardadas. A gestora vai defender, no palco principal a partir das 16h40, que “o futuro que construímos tem de ser aberto”. Irá abordar temas como a forma de a tecnologia se tornar mais aberta, numa altura em que a internet mostra o valor e o impacto da abertura, mas também que isso não é suficiente. “Aberto não quer dizer igual ou acessível a todos”, diz.

5. Liat Ben Zur, CVP Modern Life da Microsoft

Quem vai também falar do futuro da web é Liat Ben-Zur, Corporate Vice President of Modern Life, Search & Devices da Microsoft. Às 13h50, no palco PandaConf vai partilhar a visão da empresa cotada mais valiosa do mundo sobre a renovação de investimento na web com o objetivo de oferecer o melhor browser e a melhor experiência de pesquisa online possíveis.

6. David Eun, chief innovation officer da Samsung Electronics

A Microsoft não é a única gigante a partilhar estratégias esta terça-feira. David Eun, chief innovation officer da Samsung Electronics e presidente da Samsung NEXT vai subir ao palco principal às 12h35 com um tema muito diferente: “o que torna uma casa num lar?”. Eun vai falar sobre os planos da Samsung para uma nova onda de inovação que permita transformar casas cada vez mais conectadas em rede em verdas smart homes do futuro.

7. Barbara Martin Coppola, chief digital officer da IKEA

Ainda no tema das casas vai subir ao palco (da PandaConf, as 11h25) Barbara Martin Coppola, chief digital officer da IKEA. O negócio a retalho da empresa assume-se em mudança e Coppola irá abordar como a análise de dados está a revolucionar a atividade da empresa de mobiliário lowcost.

8. Manik Gupta, chief product officer da Uber

Das casas e do consumo, passamos para a mobilidade. O chief product officer da Uber, Manik Gupta, vai partilhar a experiência dos quatro anos na empresa e a visão do que espera para a plataforma enquanto sistema operacional para a vida em cidade. A talk “A estrada à frente da Uber” vai ter lugar no palco principal, às 14h.

9. Rohit Prasad, VP and Head Scientist of Alexa Artificial Intelligence da Amazon

A assistência virtual Alexa também será um tema de peso na conferência. A evolução desde a pesquisa por palavras-chave até conversas estabelecidas por inteligência artificial vai ser abordada por Rohit Prasad, vice-presidente e head scientist da Alexa Artificial Intelligence, da Amazon, sobe ao palco principal, às 15h30, para partilhar a perspetiva sobre como a Alexa mudou nos cinco anos desde o lançamento, bem como avanços e democratização da inteligência artificial.

10. Zander Lurie, CEO da SurveyMonkey

“O feedback é persuasivo, público e poderoso”. É esta a premissa da talk de Zander Lurie, CEO da SurveyMonkey, que vai estar no palco da PandaConf, às 10h45, para falar sobre como vender na economia do feedback. A total transparência das redes sociais, associada ao desejo humano de ser ouvido fizeram com que o feedback se tornasse o centra da atividade da empresa, que acredita que ouvir e reagir permitem vencer neste modelo.

Comentários ({{ total }})

Web Summit: dez oradores a não perder no segundo dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião