Cinco sábios reveem em baixa previsão de crescimento da Alemanha para 0,5% em 2019

  • Lusa
  • 6 Novembro 2019

Apesar do recuo moderado da economia alemã, os "cinco sábios" não temem uma "recessão mais profunda". Mas alertam que "a bonança que vivemos na última década chegou ao fim".

A economia alemã vai crescer apenas 0,5% este ano e 0,9% em 2020, segundo estimativas apresentadas esta quarta-feira pelos “cinco sábios” do conselho assessor do Governo alemão. Esta nova estimativa para 2019 traduz uma revisão em baixa de três décimas face à previsão de março último.

Apesar deste recuo moderado da economia alemã, os “cinco sábios” não temem uma “recessão mais profunda”. “Estamos a ponto de iniciar uma nova década. A bonança que vivemos na última década chegou ao fim, pelo menos de momento, de maneira que temos perante nós uma série de desafios conjunturais e estruturais”, declarou um dos “cinco sábios” quando entregou o relatório à chanceler alemã, Angela Merkel.

A bonança que vivemos na última década chegou ao fim, pelo menos de momento, de maneira que temos perante nós uma série de desafios conjunturais e estruturais.

Ao mesmo tempo aconselhou o Governo alemão a “focar-se mais que nunca no potencial de crescimento da economia alemã“.

A chanceler assegurou quando recebeu o relatório, com o título “Enfrentar a mudança estrutural”, que os “cinco sábios” se concentram no que preocupa o Governo. Merkel também sublinhou que muitos dos pontos sublinhados pelos “cinco sábios” foram retomados também pela grande coligação de Governo entre conservadores e social-democratas, que têm estado a fazer um balanço da primeira metade da legislatura.

Entre estes temas, indicou, fazem parte a ampla questão da proteção climática, “um dos elementos essenciais” no trabalho da coligação, com as mudanças estruturais e as transformações que implica, a digitalização e a investigação e a inovação. “Temos de enfrentar a mudança estrutural também de forma que as condições de vida na Alemanha sejam o mais iguais possíveis”, advertiu.

Por outro lado, sublinhou que das 300 grandes medidas que o Executivo se propôs para esta legislatura, dois terços foram concluídas ou estão a ser levadas a cabo, o que demonstra que o Governo é “operacional e tem vontade de trabalhar”, afirmou.

O ministro das Finanças, Olaf Scholz, sublinhou que o que é preciso agora é ocupar-se com esta mudança estrutural para possibilitar “novos ciclos de bem estar” para a economia alemã.

Os principais institutos económicos da Alemanha também reviram no relatório do outono a previsão de crescimento para 0,5% em 2019, contra 0,8% previsto na primavera. Os institutos também reviram em baixa o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, de 1,8% para 1,1%.

O Governo, nas estimativas de outono, manteve em 0,5% o crescimento do PIB para este ano e baixou a previsão para 2020 em meio ponto para 1%.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cinco sábios reveem em baixa previsão de crescimento da Alemanha para 0,5% em 2019

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião