WeWork dá primeiro prejuízo em 14 anos ao Softbank

A WeWork teve de ser resgatada no mês passado, por uma soma de 10 mil milhões de dólares. As perdas da empresa pesaram no desempenho do SoftBank.

O SoftBank teve prejuízos. Pela primeira vez em 14 anos, apresentou um resultado negativo de 6,5 mil milhões de dólares no trimestre, à custa do Vision Fund, o maior fundo global de investimento em tecnologia. A explicação para esta perda é simples: a queda da WeWork, que acabou por ter de ser resgatada no último mês, por uma soma de 10 mil milhões de dólares.

Masayoshi Son, o CEO do SoftBank reconheceu, na apresentação das contas, que a WeWork “não estava bem”, em vários sentidos, de acordo com a Reuters (acesso livre/conteúdo em inglês). Ainda assim, Son mostrou-se confiante de que a empresa de soluções de cowork iria recuperar eventualmente.

O resgate do SoftBank à WeWork, que foi acompanhado do afastamento do fundador, Adam Neumann, foi uma operação que cortou a avaliação da empresa para os oito mil milhões de dólares, poucos meses depois de ter sido avaliada em 47 mil milhões de dólares.

O desempenho do SoftBank, através dos investimentos do Vision Fund em empresas tecnológicas, foi também penalizado pela Uber. As ações da plataforma de mobilidade têm estado a cair, e a empresa registou prejuízos na ordem dos mil milhões de dólares no terceiro trimestre do ano.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

WeWork dá primeiro prejuízo em 14 anos ao Softbank

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião