Medina desmente possível ida para as Finanças, avançada por Marques Mendes

  • ECO
  • 7 Novembro 2019

Fernando Medina reitera que ser presidente da Câmara de Lisboa é o que gosta de fazer, e que o debate criado à volta do comentário de Marques Mendes é "um pouco bizarro".

Fernando Medina desmentiu a hipótese lançada por Luís Marques Mendes de que estaria na calha para substituir Mário Centeno na pasta das Finanças. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa diz que desempenha o seu cargo atual “com muito gosto”, e que o debate sobre o comentário de Marques Mendes é “um pouco bizarro”.

Quando questionado sobre se se via no papel de ministro das Finanças, Medina respondeu que ser presidente da Câmara é o que gosta de fazer, em declarações à Renascença (acesso livre). Adiantou que “sorriu” quando viu a notícia, mas que a discussão que se criou depois do comentário é “bizarra”.

O Governo tomou posse há cerca de uma semana e alguém lança um comentário dessa natureza e está tudo a discutir”, apontou. A possibilidade de Medina substituir Centeno foi avançada por Marques Mendes no seu comentário ao domingo, na SIC, como uma “solução que se fala nos bastidores, num círculo restrito do PS”.

O comentador lembrou também que Medina já tratou das Finanças na Câmara quando António Costa liderava a autarquia. Ainda assim, Marques Mendes sublinhou que, se Centeno sair, a opção “mais provável, mais óbvia e natural é a de Ricardo Mourinho Félix”, o atual secretário de Estado das Finanças.

Comentários ({{ total }})

Medina desmente possível ida para as Finanças, avançada por Marques Mendes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião