TAP com prejuízo de 111 milhões até setembro. Receitas sobem, mas câmbio penaliza

As receitas consolidadas do grupo ascenderam a 1.052 milhões de euros, no terceiro trimestre de 2019, equivalente a um aumento de 6,1% face ao período homólogo.

A TAP encerrou os nove primeiros meses do ano com prejuízos, que ascenderam a 111 milhões, com a companhia aérea liderada por Antonoaldo Neves a justificar esse desempenho com “variações cambiais”. O resultado alcançado pela TAP nos nove primeiros meses do ano representa um desagravamento face aos 120 milhões de prejuízos acumulados até junho.

“A TAP apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses do ano, de 111 milhões essencialmente devido a variações cambiais sem impacto na tesouraria”, diz a companhia em comunicado enviado ao mercado nesta segunda-feira.

“Excluindo esta variação cambial, o lucro líquido consolidado do grupo TAP, no terceiro trimestre de 2019, foi de 61 milhões de euros positivos, compensando em mais 50% o prejuízo gerado no primeiro semestre de 2019”, diz ainda a empresa.

No que respeita ao terceiro trimestre, em particular, a TAP dá conta de receitas de 1.052 milhões de euros, equivalente a um aumento de 6,1% quando comparado com o mesmo período do ano passado. Esta evolução terá sido suportada “pelo crescimento do mercado norte americano e pela recuperação do Brasil“.

Já o resultado operacional consolidado do grupo (EBIT) foi de 129 milhões de euros no terceiro trimestre de 2019, equivalente a 12,2% das receitas. O EBIT subiu assim 16,5% face ao mesmo trimestre de 2018, “refletindo a melhoria da evolução das receitas e a redução de 7% no CASK (custo operacional unitário por assento-quilómetro), beneficiando da entrada ao serviço dos novos NEO e do Airbus A321LR, bem como das iniciativas de ganhos de eficiência e redução de custos”.

(Notícia atualizada às 18h45 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

TAP com prejuízo de 111 milhões até setembro. Receitas sobem, mas câmbio penaliza

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião