Restaurante “São Gabriel” com uma estrela Michelin vai fechar

  • Lusa
  • 22 Novembro 2019

O restaurante “São Gabriel”, em Almancil, com uma estrela Michelin, vai encerrar, após ter sido vendido. O próximo restaurante abre na próxima estação, será asiático e sem ambição de estrelas”.

O restaurante “São Gabriel”, em Almancil, com uma estrela Michelin, vai encerrar, após ter sido vendido, anunciou esta sexta-feira através das redes sociais o seu chefe executivo, Leonel Pereira.

Numa publicação na sua página na rede social Facebook, Leonel Pereira afirma que “o restaurante ‘São Gabriel’ foi vendido”.

Como tal, chegou ao fim uma existência de 30 anos como fine-dining, onde 26 deles foram estrelados” (com distinções do Guia Michelin), refere.

O anúncio surge dois dias após a apresentação do Guia Michelin Espanha e Portugal 2020, que renovou a estrela (‘cozinha de grande nível, compensa parar’) a este restaurante, conquistada por Leonel Pereira na edição de 2015.

Leonel Pereira, que há sete anos comandava a cozinha do “São Gabriel”, adianta na rede social que o restaurante abrirá, “já na próxima estação, com nova gerência, onde o conceito (segundo a informação dos novos proprietários) será asiático e sem ambição de estrelas”.

“Esperamos ter novidades (sobre a transição do atual conceito São Gabriel) antes do próximo verão”, acrescenta.

Segundo o jornal Expresso, que avançou a notícia, o objetivo é regressar ao universo do Guia Michelin, num novo projeto dedicado à alta cozinha.

O ‘chef’, que recentemente anunciou um novo projeto, em Faro, adiantou hoje que este abrirá em finais de janeiro.

Na mesma publicação, agradece à sua equipa pela renovação da estrela Michelin e aos “(fiéis) clientes que incansavelmente seguiram” o restaurante nos últimos sete anos.

Leonel Pereira chegou em 2013 ao “São Gabriel”, que na altura detinha a classificação de uma estrela há 15 anos. Na edição de 2014, perdeu a distinção, e recuperou-a logo no ano seguinte.

A Lusa tentou contactar o ‘chef’, mas sem sucesso até ao momento.

Na edição de 2020 do Guia Michelin, Portugal tem sete restaurantes com duas estrelas e 20 com uma estrela.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Restaurante “São Gabriel” com uma estrela Michelin vai fechar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião