Seis em cada dez jovens empregados têm trabalho a prazo

  • ECO
  • 25 Novembro 2019

Segundo o Eurostat, existiam 180 mil jovens trabalhadores com vínculo laboral temporário em Portugal no segundo trimestre. É o quarto país da UE em que a tendência tem mais peso.

O número de jovens com contrato de trabalho temporário em Portugal era de 180 mil no segundo trimestre, o que significa que seis em cada dez jovens portugueses têm vínculo laboral a prazo — ou 62,7% do total de jovens trabalhadores entre os 15 e os 24 anos, de acordo com dados do Eurostat, citados pelo Correio da Manhã (acesso pago).

O fenómeno é mais expressivo em Portugal do que na média da União Europeia (UE), em que 42,8% dos jovens trabalhavam com contrato temporário no fim de junho. São quase oito milhões de pessoas nesta situação na UE, nota o mesmo jornal. O país ocupava, assim, o quarto lugar no ranking dos países com mais trabalhadores jovens a prazo.

Olhando para todos os trabalhadores na UE, entre os 15 e os 64 anos de idade, Portugal é o terceiro Estado-membro com maior percentagem de emprego temporário. Um em cada cinco trabalhadores tem trabalho mas a prazo, ou 840 mil pessoas. Na UE, eram 26 milhões, ou 13,6% do total de cidadãos empregados.

Estes dados ainda não incorporam as mudanças recentes no Código do Trabalho que foram desenhadas pelo Governo numa tentativa de reduzir a precariedade laboral. Estas alterações entraram em vigor a 1 de outubro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Seis em cada dez jovens empregados têm trabalho a prazo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião