Ben Affleck põe à venda propriedade de luxo nos EUA. Pede sete milhões de euros

O ator e produtor norte-americano tem à venda três mansões inseridas num terreno de 35 hectares na Geórgia, nos Estados Unidos. Está a pedir 7,6 milhões de dólares.

O ator Ben Affleck está a vender a 2061 Ferry Road, uma propriedade de luxo em Savannah, na Geórgia, com vista para o rio North Newport. Ao todo são três mansões, inseridas numa área de 35 hectares. A propriedade está à venda por 7,6 milhões de dólares (6,9 milhões de euros).

É ao longo do rio North Newport, em Hampton Island, que está esta propriedade de Ben Affleck, que inclui três enormes mansões. A “Big House“, com 557 metros quadrados, tem uma varanda com vista para o rio, piso de madeira de pinho especial, lareiras arqueadas e tetos com cerca de quatro metros de altura que fazem da casa uma “verdadeira mansão da América do Sul.

No caminho entre a varanda traseira e o rio, fica a isolada Summer Cottage, com uma enorme lareira, um telhado de metal e tetos expostos e inclinados. A terceira habitação, conhecida como Oyster House“, tem 930 metros quadrados distribuídos por três suítes principais e cinco quartos com beliches recuperados de navios.

Mansão de luxo de Ben Affleck, em Savannah, na GeórgiaEngel & Völkers Savannah_Richard Leo Johnson

A propriedade, desenhada num estilo clássico pelo arquiteto Jim Strickland, tem ainda instalações equestres e acesso ao mar a partir de uma doca privada. “Esta propriedade capta o espírito e o charme do sul de Savannah”, diz Richard Mopper, partner da Engel & Volkers, imobiliária que está responsável pela venda, citado em comunicado.

“A partir das varandas, da vista para o rio e pastagens expansivos, às múltiplas residências luxuosas das propriedades adornadas com características decadentes e estilo sul clássico, todos os cantos da propriedade exalam o calor e a hospitalidade que são exclusivos do Sul da América”, remata.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ben Affleck põe à venda propriedade de luxo nos EUA. Pede sete milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião