Pensionista? Cheque da Segurança Social chega com aumento

O pagamento das pensões da Segurança Social é feito esta quarta-feira. Chega já com os aumentos decorrentes do crescimento da economia e da inflação. As pensões mais baixas sobem 0,7%.

As pensões da Segurança Social começam a ser pagas esta quarta-feira com os aumentos ditados pelo crescimento da economia acima dos 2% e pela inflação. Ao contrário do que aconteceu nos últimos anos, não estão previstos reforços extraordinários das pensões mais baixas, ainda que a ministra do Trabalho venha reforçando que o Orçamento do Estado ainda está em “construção”, não fechando diretamente a porta a que tal subida possa ser incluída ao longo do debate na especialidade.

Por lei, quando a média do crescimento do PIB nos últimos dois anos é superior a 2%, soma-se 20% desse valor (com um limite mínimo de 0,5 pontos percentuais) ao valor da inflação dos últimos 12 meses (sem habitação) para aferir a taxa de variação que será aplicada às pensões mais modestas, a partir de janeiro.

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística, as pensões até 877,6 euros beneficiam, assim, de um aumento de 0,7%, a partir deste mês. Para as pensões entre os 877,6 euros e os 2.632,8 euros, a subida é de apenas 0,2%, ficando em linha com a inflação (isto é, não beneficiando do “bónus” decorrente do crescimento da economia). Já as pensões acima dos 2.632,8 euros ficam estagnadas, este ano.

Segundo a ministra do Trabalho e da Segurança Social, só com esta atualização normal das pensões cerca de dois milhões de beneficiários terão um aumento real dos seus rendimentos.

De notar que, ao contrário do que aconteceu nos últimos anos, o Orçamento do Estado para 2020 não prevê qualquer aumento extraordinário das pensões mais baixas. Ainda assim, Ana Mendes Godinho fez questão de sublinhar que a “aprovação” do Orçamento está “em construção”, não fechando a porta a que tal reforço possa vir a ser eventualmente incluído na discussão na especialidade.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, já tinha mostrado o mesmo tipo de abertura, referindo que as “negociações vão continuar”.

Possível ou não, esse aumento extraordinário fica, pelo menos por agora, fora das pensões que começam a ser pagas, esta quarta-feira, por transferência bancária pela Segurança Social. Chegam, ainda assim, com o reforço já referido, decorrente do crescimento da economia e da inflação. Já as pensões de aposentação pagas pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) chegam às carteiras dos subscritores no dia 17 deste mês, isto é, na próxima semana.

 

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Pensionista? Cheque da Segurança Social chega com aumento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião