Défice comercial aumenta em 2,8 mil milhões em 2019. Importações crescem

As importações cresceram mais do que as exportações no ano passado, agravando o défice da balança comercial, adianta o INE.

O défice da balança comercial de bens aumentou 2.842 milhões de euros em 2019, sendo que as importações cresceram mais do que as exportações, que abrandaram, de acordo com os dados revelados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

No conjunto do ano de 2019, as exportações aumentaram 3,6%, enquanto as importações de bens cresceram 6,6%, o que representa uma desaceleração face a 2018, quando subiram 5,1% e 8,1%. O défice comercial atingiu assim os 20.399 milhões de euros em 2019.

Excluindo os combustíveis e lubrificantes, continua a verificar-se um crescimento superior das importações, segundo a análise do gabinete de estatísticas. Ainda assim, o défice da balança comercial sem incluir esta categoria seria inferior, situando-se nos 14.954 milhões de euros.

Já no último mês do ano passado, as exportações aumentaram 5,4% e as importações 1,2%, em relação ao mesmo período do ano anterior, em termos nominais. Para o desempenho das exportações contribuiu o acréscimo de 38,5% dos combustíveis e lubrificantes, e o decréscimo dos automóveis para transporte de passageiros em 26,2%.

A diminuição das exportações de automóveis no último mês do ano passado deve-se à comparação com a “elevada exportação registada em dezembro de 2018, após o desbloqueio da saída destes bens do porto de Setúbal”, já que foi o mês seguinte à greve de estivadores, explica o INE.

(Notícia atualizada às 11h40)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Défice comercial aumenta em 2,8 mil milhões em 2019. Importações crescem

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião