Natixis reforça equipa no Porto. Vai recrutar mais 130 trabalhadores

Natixis, divisão internacional do 2.º maior grupo bancário em França, quer contratar 130 colaboradores para áreas de direito, gestão, economia e finanças. O processo de recrutamento já decorre.

O Centro de Excelência em IT da Natixis, no Porto, vai transformar-se num hub de Inovação chamado “Natixis Innovation Hub”. Com esta conquista, o centro da Invicta vai atuar em outras áreas de negócio, nomeadamente nas áreas de finanças e atividades bancárias e passará a recrutar outros perfis para além dos tecnológicos.

No surgimento desta aposta, a Natixis já comunicou que vai contratar mais 130 colaboradores para as áreas de direito, gestão, economia e finanças. Estas novas posições serão integradas em equipas de gestão de recursos humanos, compliance, KYC (Know Your Customer), gestão de risco, backoffice, entre outras. No espaço de três anos a empresa já recrutou mais de 800 trabalhadores de oito nacionalidades, só no Porto.

“A evolução da Natixis em Portugal para um Hub de Inovação é o resultado do trabalho da equipa que construímos nestes três anos, e reflete a aposta do banco no País (…) o Porto transformou-se no segundo hub da Natixis na Europa, logo a seguir a Paris. A nossa missão é continuar a inovar para transformar a banca tradicional”, destaca Nathalie Risacher, senior country manager da Natixis em Portugal, em comunicado.

A Natixis instalou o seu centro de IT no Porto em 2017, para internalizar grande parte dos seus serviços de IT — até então assegurados por fornecedores externos ou equipas dispersas geograficamente — e, de forma integrada e transversal, dar suporte tecnológico aos serviços do banco em todo o mundo.

A empresa “continua a ter como objetivo recrutar profissionais de excelência, com diversos níveis de senioridade” e que esta evolução vai “fortalecer o seu compromisso com os colaboradores e reforçar o seu papel como um dos principais impulsionadores da cultura e dos atributos do grupo como marca empregadora”, explica Maurício Marques, diretor de recursos humanos da Natixis em Portugal.

A Natixis conta com cerca de 16 mil funcionários em 38 países. Oferece aos seus colaboradores um espaço de trabalho flexível e moderno, no centro da cidade do Porto, desenvolvimento de carreira que inclui a possibilidade de mobilidade interna e internacional, parcerias com universidades, programas de formação técnica, metodologias dinâmicas de trabalho, com base na agilidade, na flexibilidade, no empreendedorismo e na criatividade.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Natixis reforça equipa no Porto. Vai recrutar mais 130 trabalhadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião