CCA e Startup Lisboa estabelecem uma parceria de apoio às startups

A Startup Lisboa e a sociedade de advogados CCA estabeleceram um nova parceria de forma a apoiar startups. A Startinnovation Team é a equipa multidisciplinar da CCA encarregue deste apoio.

A Startup Lisboa, incubadora de empresas, e a sociedade de advogados CCA Law Firm celebraram uma parceria de forma a apoiar startups de forma transversal, com especial foco nas áreas de captação de investimento, tecnologia e corporate. Este apoio vai ser assegurado pela Startinnovation Team, uma equipa multidisciplinar da CCA dedicada ao empreendedorismo.

“A Startup Lisboa, como uma das principais dinamizadoras do ecossistema do empreendedorismo em Lisboa, sempre nos mereceu uma grande admiração. A assinatura deste protocolo diria que se trata de uma inevitabilidade, dado que é uma relação de simbiose entre uma incubadora de excelência e uma equipa legal que presta apoio a muitas startups e scale ups de grande potencial e mérito. A CCA, através da Startinnovation Team, quer estar junto dos melhores e mais inovadores, e é justamente o que esta parceria permite”, nota Domingos Cruz, managing partner da CCA.

A CCA passa agora a dar apoio jurídico em office hours e abre também à comunidade da Startup Lisboa os eventos do seu Centro de Conhecimento e Inovação (CCA On). Desta forma, a sociedade de advogados liderada por Domingos Cruz passa a integrar a rede de parceiros da Startup Lisboa.

“Para nós, como incubadora, é muito importante contar com a presença da Startinnovation Team na nossa rede de parceiros e saber que temos equipas especializadas em temas tão relevantes para os nossos empreendedores como são por exemplo o do fundraising e suporte nas dinâmicas de crescimento do negócio”, assegura Miguel Fontes, diretor executivo da Startup Lisboa.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

CCA e Startup Lisboa estabelecem uma parceria de apoio às startups

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião