SWORD Health estende ronda Series A. Capta mais 8,6 milhões

Startup portuguesa levantou 15,6 milhões de euros em Series A, vindos de dois investidores de Silicon Valley. Quer aumentar presença no mercado e investir em distribuição.

A startup portuguesa SWORD Health acaba de anunciar que levantou mais 8,6 milhões de euros, que se vêm juntar aos anteriormente captados pela empresa em abril do ano passado e que totalizam 15,6 milhões de euros (17 milhões de dólares) em Series A. O financiamento é liderado por dois investidores de Silicon Valley, Founders Fund e Khosla Ventures, e acompanhado pelos Green Innovations, Lachy Groom, Vesalius Biocapital e pela portuguesa Faber Ventures.

Com esta nova ronda, refere a startup em comunicado, a SWORD quer “aumentar a presença no mercado, investir em distribuição, parcerias, vendas e marketing e, ao mesmo tempo, realizar investimentos clínicos e operacionais estratégicos para melhorar a experiência e a recuperação dos seus pacientes”.

Fundada em 2015, a startup desenvolveu uma tecnologia capaz de tratar dor crónica e pós-cirúrgica que, atualmente, “é a única com resultados clínicos superiores aos de um fisioterapeuta humano”. Em ensaios clínicos, a SWORD superou a fisioterapia convencional em 30%.

“Na SWORD, adotamos uma abordagem disciplinada e incremental ao crescimento. Dado o grande interesse de vários investidores e a procura que recebemos do mercado, decidimos que este era o momento certo para expandir e tornar a SWORD o novo gold standard no tratamento na área muscoloesquelética”, explica Virgilio Bento, fundador e CEO da startup.

Já Vinod Khosla, fundador da Khosla Ventures, sublinha que a duplicação do investimento feito no ano passado reforça o posicionamento da empresa enquanto potencial líder de um mercado que representa 190 mil milhões de dólares. “A SWORD já provou que não só melhora significativamente os resultados clínicos dos pacientes como ao mesmo tempo reduz os custos com tratamento. Este é o futuro da saúde”, refere. Desde a sua fundação, em 2015, a SWORD Health já obteve um investimento total de 22 milhões de dólares.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

SWORD Health estende ronda Series A. Capta mais 8,6 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião