Depois de Bloomberg, Elizabeth Warren vai desistir da corrida à Casa Branca

  • ECO
  • 5 Março 2020

Depois de ter falhado os objetivos das últimas primárias, a senadora do Massachussets vai desistir da presidência dos Estados Unidos. Decisão acontece um dia depois de Bloomberg ter feito o mesmo.

Depois de Michael Bloomberg ter desistido da corrida à Casa Branca, a senadora Elizabeth Warren tomará a mesma decisão, segundo noticia o New York Times (acesso livre, conteúdo em inglês). A democrata, que tinha sido dada como uma das favoritas, ainda não informou se apoiaria outro candidato.

A decisão foi avançada por uma fonte próxima da senadora do Massachussets ao jornal norte-americano, sendo que o anúncio ao staff deverá acontecer ainda esta quinta-feira.

Entre as razões apontadas para a desistência estará a falha de objetos nas últimas primárias, a chamada Super Tuesday. Elizabeth Warren terminou em terceiro lugar nas primárias democratas no seu estado natal, o Massachussets , muito atrás de Bernie Sanders e Joe Biden.

A confirmar-se esta desistência ficarão apenas três candidatos democratas às eleições presidenciais norte-americanas agendadas para novembro de 2020: Joe Biden, Bernie Sanders e Tulsi Gabbard.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Depois de Bloomberg, Elizabeth Warren vai desistir da corrida à Casa Branca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião