Há 97 mil infetados com coronavírus. Em Portugal, são 9

  • Lusa e ECO
  • 5 Março 2020

O novo coronavírus “chegou” a Portugal na segunda-feira, depois de já vários casos suspeitos terem dado negativo. Os últimos dados indicavam 117 casos suspeitos no país.

O número de pessoas infetadas pelo novo coronavírus aumentou para 97.510, das quais 3.346 morreram, em 85 países e territórios, segundo um balanço divulgado pela agência noticiosa France Presse (AFP), com dados atualizados às 17h de quinta-feira. Em relação à contagem realizada no dia anterior, houve 2.699 novos casos e 101 mortes, de acordo com dados reunidos pela AFP junto de autoridades nacionais em todo o mundo e da Organização Mundial da Saúde.

A China (sem as regiões administrativas de Macau e Hong Kong), o país onde a epidemia foi declarada no final de dezembro, somava 80.409 casos e 3.012 mortes pelo novo coronavírus que provoca a doença denominada Covid-19. Nas 24 horas anteriores à atualização do balanço, a China acumulou 139 infeções e 31 mortes.

O resto do mundo contava, 17.101 infeções, das quais 2.560 registadas nas 24 horas anteriores, e 334 mortes (70 novas). A seguir à China, os países mais atingidos pela epidemia eram a Coreia do Sul (6.088 casos, dos quais 467 são novos, e 35 mortes), Itália (3.858 casos, dos quais 769 são novos, e 148 mortes) e Irão (3.513 novos casos, dos quais 591 são novos, e 107 mortes).

Desde as 17h de quarta-feira, China, Itália, Irão, Coreia do Sul Estados Unidos, França, Espanha, Iraque e Austrália registaram novas mortes. O Reino Unido anunciou o primeiro caso fatal. A Hungria e a África do Sul tiveram as primeiras infeções. A Ásia acumulava 87.961 casos e 3.064 mortes até às 17:00 de hoje, a Europa 5.533 casos (159 mortes), o Médio Oriente 3.741 casos (110 mortes), os Estados Unidos e o Canadá 162 casos (11 mortes), a Oceânia 58 casos (duas mortes), a África 29 casos e a América Latina e Caraíbas 26 casos.

Direção-Geral de Saúde diz que Portugal está em “fase inicial de uma possível epidemia”

Portugal regista nove infeções, segundos os dados da Direção-Geral da Saúde. A diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, confirmou esta quinta-feira que há um novo caso de coronavírus em Portugal, em declarações à SIC Notícias. Sabe-se que o paciente é um homem de 42 anos, que terá estado em Itália e que está atualmente internado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa. Assim, sobe para nove o total de infetados com o novo Covid-19 no país.

“Portugal está felizmente, à data, numa fase de casos importados predominantemente e casos com transmissão secundária, muito poucos. Estamos fase de zona de contenção e da fase inicial de uma possível epidemia”, disse Graça Freitas, em entrevista à SIC Notícias. “A maior parte dos casos foi importado daquilo a que chamamos de uma zona com transmissão ativa do vírus.

“Temos três casos que têm ligação entre si, o que quer dizer que a partir de um houve uma cadeia de transmissão secundária. Isto não faz elevar o grau de risco ou de contenção. Seria muito diferente se, a partir desta secundária, houvesse uma transmissão para uma terceira ou quarta pessoa“, explicou a diretora-geral de Saúde.

O novo coronavírus “chegou” a Portugal na segunda-feira, depois de já vários casos suspeitos terem dado negativo. Os últimos dados da Direção Geral de Saúde indicavam que havia, esta manhã, 81 pessoas sob vigilância e 117 casos suspeitos.

"Ainda não se pode prever que vá haver uma disseminação porque o vírus não está na comunidade. (…) Só dizemos que há transmissão na comunidade quando tivermos pessoas que não fazemos ideia como é que contraíram a doença, como acontece na gripe.”

Graça Freitas

Diretora-Geral de Saúde

Os dois primeiros casos no país são um médico de 60 anos que esteve de férias no norte de Itália e um outro homem de 33 anos que esteve em Valência, Espanha. Na terça-feira soube-se que um é um terceiro homem (de 60 anos e internado no Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto) e outro de 37 anos (internado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa) também estavam infetados.

Na quarta-feira foram identificados dois novos casos: um homem de 44 anos, no Porto, que tinham estado em Itália e uma mulher entre os 40 e os 49 anos, residente em Lisboa. Com os novos casos identificados esta quinta-feira existem agora seis casos no Porto e três em Lisboa.

Quanto à possibilidade de novos casos, Graça Freitas diz que “ainda não se pode prever que vá haver uma disseminação porque o vírus não está na comunidade”. E clarificou: “Ainda exige que tenha passado de uma pessoa para outra e ainda identificamos a pessoa que deu origem ao segundo caso. Só dizemos que há transmissão na comunidade quando tivermos pessoas que não fazemos ideia como é que contraíram a doença, como acontece na gripe”.

Portugal para já não vai decretar estado de alerta, sendo a prioridade conter o vírus e pôr em prático os vários planos de contingência. O Governo também já anunciou uma linha de apoio financeiro às empresas que possam estar a ser afetadas. A diretora-geral de Saúde considera que o plano de reação “está a funcionar” e lembrou que esta é “uma situação extraordinária”.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Há 97 mil infetados com coronavírus. Em Portugal, são 9

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião