Há quatro novos casos de coronavírus em Portugal. São 13 os infetados

  • ECO
  • 6 Março 2020

Voltou a aumentar o número de infetados com coronavírus em Portugal. Esta sexta-feira foram confirmados mais quatro, o que eleva para 13 o número de infetados em Portugal.

Voltou a aumentar o número de infetados com coronavírus em Portugal. Esta sexta-feira foram confirmados mais quatro, o que eleva para 13 o número de infetados em Portugal, avançou a ministra da Saúde em declarações transmitidas pelas televisões, à margem da segunda reunião extraordinária dos ministros da Saúde da União Europeia, em menos de um mês.

Os três novos casos foram registados no Porto, e estão internados no São João, e um em Lisboa, internado no Curry Cabral, todos com ligação direta a pacientes já diagnosticados, explicou Marta Temido. A ministra frisou que estes novos casos “têm todos ligação epidemiológica entre si”, ou seja, “há a confiança de que não há transmissão livre na comunidade“.

Esta atualização número de contágios surge num momento em que a última atualização dá conta de ter sido ultrapassada a barreira dos cem mil infetados (100.267) em tudo mundo, dos quais 3.408 morreram.

Os casos confirmados estão a aumentar o número de pessoas em isolamento social, para evitar os riscos de contágios. É o caso da professora na escola Roque Gameiro que acabou por ir dar aulas contaminada com mo Covid-19 depois de ter estado de férias em Milão, por recomendação da linha SNS 24. Agora estão em isolamento preventivo 150 estudantes, oito professores e quatro assistentes operacionais.

Ora, como o filho desta professora andava no colégio Grão Vasco, em Benfica, a instituição decidiu encerrar as instalações para fazer uma limpeza profunda. Já a escola José Álvaro Vidal, em Alverca, também adotou medidas de contingência depois do pai de um aluno ter sido infetado.

A escola de artes da Covilhã também está encerrada depois de um professor de música ter sido infetado. A situação deste docente também afeta o funcionamento da Escola Superior de Música do Porto que decidiu interromper as aulas.

O mesmo se passa com um empresário do norte, que esteve na feira de sapatos de Milão e, apesar de no regresso apresentar sinais da doença, foi medicado para uma gripe normal, mas perante o agravamento dos sintomas, acabou por ser enviado para um dos hospitais de referência no Porto para o tratamento da epidemia, o Hospital de São João no Porto, onde os testes acusaram positivos. Agora os 64 empregados da fábrica em Felgueiras estão em isolamento.

(Notícia atualizada)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Há quatro novos casos de coronavírus em Portugal. São 13 os infetados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião