Mais de 700 mil utentes escolheram hospital do SNS fora da sua área

  • ECO
  • 9 Março 2020

Com o regime de livre acesso, mais de 700 mil utentes do SNS optaram por uma primeira consulta de especialidade num hospital público fora da sua área de residência.

O regime de livre acesso no Serviço Nacional de Saúde entrou em vigor há três anos. Desde então, 711.264 portugueses decidiram pedir uma primeira consulta de especialidade num hospital fora da sua área de residência. E só durante o último ano, foram 224 mil utentes.

A informação foi avançada ao Público (acesso condicionado) pela Administração Central do Sistema de Saúde. Os dados mostram que, no topo das especialidades abrangidas por este direito estão as consultas de oftalmologia, ortopedia e dermatologia. Estas são, também, as que apresentam maiores tempos médios de espera, refere o jornal.

Os mais de 700 mil utentes que decidiram escolher um hospital mais longe da sua área de residência representam 11,4% dos 6,2 milhões de primeiras consultas de especialidade pedidas pelos médicos de família neste período. Este sistema passou a permitir aos utentes do SNS pedirem ao médico uma consulta de especialidade em qualquer hospital público.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mais de 700 mil utentes escolheram hospital do SNS fora da sua área

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião