Governo português alarga suspensão de voos para toda a Itália

Suspensão total dos voos entre Portugal e Itália entra em vigor a partir do início desta quarta-feira e prolonga-se até 24 de março.

Depois de ter anunciado a suspensão dos voos entre Portugal e as regiões mais afetadas pelo coronavírus em Itália, o Governo português decidiu alargar o impedimento a todas as viagens aéreas rumo aquele país. Suspensão entra em vigor a partir do início desta quarta-feira e prolonga-se até 24 de março.

“A monitorização constante da evolução da epidemia e perante a decisão de Itália de colocar todo o país de quarentena, foi decidido alargar esta medida, com um novo despacho a estender esta suspensão a todas as regiões de Itália a partir das 00h00 de 11 de março e pelo mesmo período de 14 dias. (24 de março)”, diz um comunicado do gabinete do ministro das Infraestruturas, Nuno Pedro Santos, enviado às redações na tarde desta terça-feira.

O Governo português vem assim alargar a suspensão que já tinha determinado na segunda-feira para os voos entre Portugal e as regiões de Itália Emilia Romanha, Piemonte, Lombardia e Veneto, as mais afetadas pelo surto.

No comunicado disponibilizado esta terça-feira, esclarece ainda as exceções a esta suspensão. “Os despachos não são aplicáveis a aeronaves do Estado, voos para transporte exclusivo de carga e correio, bem como a voos de caráter humanitário ou de emergência médica e a escalas técnicas para fins não comerciais“, especifica em linha com o que estabelecia a suspensão anterior.

Trata-se de uma medida de prevenção e em nome da proteção da saúde pública“, conclui o gabinete do ministro Nuno Pedro Santos.

(Notícia atualizada às 18h08)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Governo português alarga suspensão de voos para toda a Itália

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião