Jogos de futebol da primeira e segunda liga serão à porta fechada no próximo fim de semana

Os jogos de futebol da I e da II Liga vão-se realizar à porta fechada no próximo fim de semana, para tentar evitar a propagação do novo coronavírus.

Os jogos de futebol da I e da II Liga vão-se realizar à porta fechada no próximo fim de semana, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). A decisão chega depois de o Governo pedir a suspensão ou adiamento de eventos em espaços abertos com mais de 5.000 pessoas e de eventos à porta fechada com mais de 1.000 participantes, até 3 de abril, para travar o novo coronavírus.

O grupo de emergência criado pelo presidente da FPF determinou que os próximos jogos das competições de futebol profissional decorrerão à porta fechada. Já os jogos das provas nacionais seniores não-profissionais de futebol “não poderão ter mais de 5 mil pessoas nas bancadas, no cumprimento das recomendações da Direção-Geral de Saúde”, indicam em comunicado.

Para além disso, a FPF decidiu também suspender todas as provas nacionais dos escalões de formação de futebol e futsal entre 14 e 28 de março, e determinar que todos os jogos das competições nacionais de futsal decorram à porta fechada. A FPF sinaliza que “o grupo de emergência continuará a monitorizar a situação, podendo rever – ampliando ou reduzindo – as medidas agora implementadas”.

Neste domingo, a Liga Portugal tinha já decidido suspender o cumprimento inicial de aperto de mãos entre as equipas e a equipa de arbitragem, bem como definir que as crianças que acompanhem as equipas não devem entrar de mãos dadas com as mesmas, para minimizar os potenciais riscos de transmissão.

A espanhola La Liga também anunciou, esta terça-feira, que as próximas duas jornadas da primeira e segunda liga se iriam realizar à porta fechada, para prevenir a expansão do novo coronavírus, noticiou o Cinco Días (acesso livre, conteúdo em espanhol). Já em Itália, o segundo país com mais casos confirmados, as autoridades suspenderam temporariamente o campeonato de futebol.

Em Portugal, o número de infetados pelo novo coronavírus subiu, esta terça-feira, para os 41, revelou a Direção-Geral da Saúde (DGS) na última atualização do boletim epidemiológico. 27 casos localizam-se no norte do país, dois nas Beiras, dez na região de Lisboa e dois no Algarve.

(Notícia atualizada às 12h30)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Jogos de futebol da primeira e segunda liga serão à porta fechada no próximo fim de semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião