O que é a “fase de mitigação”? Conheça as várias fases de resposta ao vírus

Nas próximas horas ou dias, Portugal deverá entrar na fase de mitigação do coronavírus. Este é o terceiro e último patamar de resposta previsto pelas autoridades no combate ao vírus.

Marta Temido, ministra da Saúde diz que é inevitável que Portugal entre “dentro de horas ou dias” na fase de mitigação da doença Covid-19, em resultado da progressão dos contágios que oficialmente já são 59, mas havendo já nota de pelo menos mais três. Mas que fase é esta?

A fase de mitigação corresponde à terceira e última fase de resposta prevista no plano das orientações estratégicas para fazer face a esta ameaça de saúde pública, antes de entrar na fase de recuperação.

Abaixo fique a saber o que esta fase de resposta e cada uma das outras prevê.

1- Contenção

É a primeira fase de resposta logo após a identificação dos primeiros casos de contágio. Aplica-se quando o epicentro é identificado fora de Portugal, com a existência de transmissão internacional e em que são identificados casos importados da Europa. Neste caso, está prevista uma situação em que o risco de Covid-19 é baixo, sendo por isso uma fase de contenção, com concentração de meios de resposta em contingência. Portugal já não está nesta fase.

2- Contenção alargada

Este é o quadro atual do nível de alerta em Portugal. Neste patamar já estão em causa cadeias secundárias de transmissão na Europa, e casos importados em Portugal, sem cadeias secundárias. O nível de risco de Covid-19 em território nacional previsto nesta fase já é moderado. Neste sentido, é feito um reforço da resposta/contingência. O necessário é a deteção precoce de casos de contágio e o reforço das medidas de contenção para evitar cadeias secundárias em Portugal.

3- Mitigação

Esta é a fase que, segundo revelou a ministra da Saúde, Portugal prepara-se para entrar nas próximas horas ou dias. Este nível prevê duas situações: transmissão local do vírus em ambiente fechado e transmissão comunitária. Nesta fase, as cadeias de transmissão do Covid-19 já se encontram estabelecidas em Portugal, tratando-se já de uma situação de epidemia/pandemia ativa. Neste quadro, as medidas de contenção da doença já não são suficientes, sendo necessário avançar para a mitigação (limitação) dos efeitos do Covid-19 e para a diminuição da propagação de forma minimizar a mortalidade.

4 – Fase de recuperação

Passada a fase de recuperação, chega-se finalmente à chamada “Fase de recuperação”, em que a atividade da doença começa a decrescer.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

O que é a “fase de mitigação”? Conheça as várias fases de resposta ao vírus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião