Governo oferece isolamento sonoro a moradores da Moita para ter novo aeroporto

  • ECO
  • 17 Março 2020

Apesar de se congratular as propostas apresentadas pelo Governo, o autarca da Moita reiterou que não eram suficientes para mudar o parecer negativo ao novo aeroporto.

O Governo comprometeu-se a minimizar o impacto sonoro do aeroporto que planeia construir no Montijo, avança o Público (acesso condicionado). Para tal, vai oferecer isolamento sonoro aos moradores da Moita, município cujo parecer sobre o projeto para construir esta infraestrutura é negativo.

A medida foi anunciada pelo ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, depois de uma reunião com o presidente da Câmara da Moita, Rui Garcia. Comprometeu-se a fazer um “trabalho suplementar” nas intervenções nas janelas, portas e terraços das zonas de residência afetadas pela construção do aeroporto, para minimizar o impacto sonoro da passagem de aviões.

O investimento nesta medida está avaliado entre os 10 a 15 mil euros por fogo. Apesar de se congratular as propostas apresentadas, o autarca reiterou que não eram suficientes para mudar o parecer negativo. O Governo necessita de um parecer positivo de todos os municípios afetados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo oferece isolamento sonoro a moradores da Moita para ter novo aeroporto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião