Itália regista 651 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas. Já são 5.476

O aumento no número de vítimas mortais foi abaixo daquele registado no sábado. Os novos casos de infeção identificados também cresceram menos do que no dia anterior.

O número de mortos devido ao surto de Covid-19 na Itália aumentou em 651 para 5.476, disseram as autoridades do país este domingo. Este é um aumento de 13,5%, abaixo daquele registado no sábado, quando 793 pessoas morreram, o máximo no país até à data.

o número total de casos na Itália subiu para 59.138 em relação aos 53.578 anteriores, um aumento de 10,4%, informou a Agência de Proteção Civil, de acordo com a Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês). Este é o menor aumento em termos percentuais desde que o contágio foi identificado, a 21 de fevereiro.

Das pessoas originalmente infetadas em todo o país, 7.024 recuperaram totalmente. Há 3.009 pessoas internadas. O norte de Itália continua a ser a zona mais afetada pelo surto, permanecendo em situação crítica. A região da Lombardia regista já 3.456 mortes e 27.206 casos.

A Itália já ultrapassou a China no número de mortes, e é o segundo país com mais casos identificados de infeção de Covid-19. É o foco do surto do novo coronavírus na Europa, que se tornou o epicentro da pandemia, em vez da China, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Itália regista 651 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas. Já são 5.476

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião