Tráfego nas autoestradas diminuiu 75% nos últimos dias com estado de emergência

A circulação nas autoestradas portuguesas sofreu uma quebra de 75% nos últimos dias, informou esta segunda-feira o Ministério das Infraestruturas e da Habitação.

Na sequência da declaração de estado de emergência, por forma a mitigar o contágio do novo coronavírus em Portugal, há menos pessoas a circularem nas ruas e este menor afluxo já se faz sentir nas autoestradas nacionais. Nos últimos dias, o tráfego nas autoestradas portuguesas sofreu uma quebra “na ordem dos 75% em média, a nível nacional”, informou o Ministério das Infraestruturas e da Habitação, em comunicado.

Segundo a nota do Executivo, A1, a A2, a A4, a A23 e a A25 são algumas das autoestradas, onde essa redução mais se faz sentir, “o que reflete que os portugueses estão a cumprir as medidas adotadas pelo Governo e os conselhos da Direção-Geral de Saúde” (DGS), lê-se.

O gabinete liderado por Pedro Nuno Santos aponta ainda que esta quebra é comprovada através da comparação “entre os dados de procura registados na semana que terminou a 14 de março e os dados registados na semana que terminou a 22 de março”.

Muita da circulação nas autoestradas é dos camiões de transporte de mercadorias que, esta segunda-feira, reclamavam medidas de apoio e proteção, enquanto trabalham para abastecer a população durante a pandemia, alertando que são potenciais propagadores da doença devido às “constantes deslocações” pelo país e Europa”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tráfego nas autoestradas diminuiu 75% nos últimos dias com estado de emergência

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião