CA Seguros acessível por smartphone e tablet

  • ECO Seguros
  • 29 Março 2020

A CA Seguros, participada de ramos não Vida do grupo Crédito Agrícola (CA), passou a disponibilizar serviços por aplicação móvel.

A aplicação (app) acrescenta-se aos canais de acesso já existentes (online através do portal do banco, telefone e correio eletrónico) e responde à necessidade clientes “numa altura em que importa evitar deslocações dos clientes ao exterior em virtude do estado de Emergência decretado pela Assembleia da República”, segundo comunicado.

Descarregando a ‘APP CA Seguros’, disponível em iOS (Apple store) e Android (Google store), os segurados podem consultar as apólices e documentos relacionados, simular e subscrever seguros e, em caso de sinistro, efetuar as participações e solicitar assistência, sempre sem sair de casa.

Na prática, a aplicação mobile para seguros replica a solução tecnológica que a instituição de vocação cooperativa já oferecia no serviço bancário.

O novo canal de acesso à CA Seguros facilita ainda a localização mais próxima de prestadores associados (clínicas e hospitais), permitindo também acesso digital ao CA CliniCard.

“As funcionalidades estão igualmente disponíveis para apólices que, não sendo tituladas pelo Cliente, sejam autorizadas pelo respetivo titular”, nota a seguradora.

A CA Seguros é detida em 97,37% pela Crédito Agrícola Seguros e Pensões SGPS, tendo como sócia acionista a Confagri (2,6%) e ainda a caixa agrícola CCAM, com um residual de 0,03%.

 

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

CA Seguros acessível por smartphone e tablet

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião