acalma.online quer garantir saúde mental em tempos de pandemia

O hub de impacto social Casa do Impacto lançou uma plataforma online de apoio psicológico online e gratuito. Os psicólogos interessados em ajudar também podem inscrever-se como voluntários.

O hub de empreendedorismo social Casa do Impacto lançou esta sexta-feira a plataforma acalma.online para prestar apoio psicológico online e dar resposta aos efeitos da pandemia na saúde mental. As consultas são gratuitas e dadas por psicólogos voluntários. As consultas são gratuitas e podem ser marcadas online, para isso deve preencher o formulário no site oficial. Se é psicólogo pode inscrever-se aqui e terá ainda acesso a uma formação online prévia.

A acalma.online nasce do projeto tech4Covid e da parceria entre a Doctorino, uma startup de marcação de consultas online, a Hug-a-Group e a ZenKlub, startups de impacto que se dedicam à saúde mental, da WithCompany e da agência de comunicação DoctorSpin. As consultas em vídeo duram entre 30 a 45 minutos e podem ser estendidas, caso haja necessidade.

“A crise que atravessamos não se deve apenas à ameaça de contaminação. É também um desafio à nossa saúde mental quando confrontados com situações com as quais não estávamos habituados a lidar. Por isso aliámo-nos a quem detém o know-how, para oferecer uma ferramenta simples e disponível para todos, que promove o alívio do impacto negativo através de apoio psicológico especializado”, explica Inês Sequeira, diretora da Casa do Impacto.

acalma.onlineCasa do Impacto

 

A plataforma já conta com 30 psicólogos clínicos certificados pela Ordem dos Psicólogos prontos para apoiar pessoas afetadas pelas consequências da pandemia como o isolamento, o confinamento a um espaço, a adaptação a novos modelos de trabalho, o aumento do risco social, o impacto económico e o futuro imprevisível, explica a Casa do Impacto. Os psicólogos atuam segundo o “modelo de intervenção em crise“, que consiste na criação de uma relação rápida e segura, e de forma não intrusiva, mas ajudando as pessoas a encontrar ferramentas para superarem os momentos de crise.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

acalma.online quer garantir saúde mental em tempos de pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião