Mais de 400 mil trabalhadores estão em lay-off

  • ECO
  • 4 Abril 2020

Mais de 22 mil empresas já viram os seus pedidos de acesso ao novo lay-off aprovados pela Segurança Social. Estão em causa 425.287 trabalhadores.

Uma semana depois de o Governo ter aberto a porta ao lay-off simplificado, mais de 22 mil empresas já recorreram a este novo regime. De acordo com o Expresso (acesso pago), 425.287 trabalhadores estão, atualmente, nessa situação, número que ultrapassa o total de desempregados registados.

Foi a 27 de março que a Segurança Social disponibilizou o formulário que permitiu aos empregadores, que estão em crise empresarial face à pandemia de coronavírus, aderir ao novo lay-off. Em causa está um regime que permite suspender contratos de trabalho ou reduzir a carga horária dos trabalhadores, assegurando o pagamento de pelo menos dois terços dos salários, valor pago em 70% pelo Estado e em 30% pelo patrão.

De acordo com o semanário, ao todo, a Segurança Social já aprovou os pedidos de 22.275 empresas, abrangendo um total de 425.287 trabalhadores. De notar que, ao abrigo deste apoio, os empregadores não podem avançar com despedimentos coletivos nem por extinção do posto de trabalho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mais de 400 mil trabalhadores estão em lay-off

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião