Amorim Luxury lança “JNcQUOI at Home”. Faz entrega de refeições, mercearia e vinhos ao domicílio

O serviço está disponível para a zona da Grande Lisboa e as encomendas podem ser feitas para uma, quatro ou oito pessoas. A ementa pode ser consultada, na totalidade, através do site da marca.

O Grupo Amorim Luxury acaba de lançar um novo serviço de entregas ao domicílio que engloba refeições, mercearia gourmet e vinhos dos restaurantes JNcQUOI. Além destes produtos, o grupo também vende online peças de vestuário de luxo da Fashion Clinic, através da plataforma da Farfetch.

O serviço de entregas chama-se “JNcQUOI at Home” e, apesar de ser lançado em plena pandemia, será mantido mesmo quando a situação voltar à normalidade.

É um negócio lançado em tempo de crise que irá continuar a servir os portugueses”, explica a empresa em comunicado.

O novo serviço de entrega ao domicílio está disponível para a zona da Grande Lisboa e as encomendas podem ser feitas por telefone ou e-mail.

A ementa das refeições pode ser consultada no site da marca ou na página de Instagram do JNcQUOI at Home. As encomendas podem ser feitas para uma, quatro ou oito pessoas e as refeições serão entregues em vácuo.

Através do JNcQUOI at Home pode escolher, à partir de agora, os pratos mais icónicos do JNcQUOI Avenida e do JNcQUOI Asia. Além da seleção de pratos com assinatura do Chef António Bóia e do Chef Mário Esteves, é ainda possível encomendar produtos da mercearia gourmet do JNcQUOI, bem como uma seleção de vinhos escolhidos pela equipa de sommeliers.

O JNcQUOI at Home faz também a entrega de produtos que compõem a mercearia gourmet da marca: azeite, vinagrete, arroz, massa, trufas, conservas, molhos, doces e compotas.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Amorim Luxury lança “JNcQUOI at Home”. Faz entrega de refeições, mercearia e vinhos ao domicílio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião