Bolsa avança pela segunda sessão. Galp dá gás a Lisboa

Mota-Engil, Altri e Navigator, mais sensíveis ao sentimento da economia mundial, lideram ganhos em Lisboa. PSI-20 sobe quase 2%. Na Europa, subidas são mais acentuadas perante travão ao vírus.

A bolsa portuguesa sobe pela segunda sessão consecutiva, com os títulos da Galp a darem gás a Lisboa. E isto numa sessão em que as cotadas nacionais mais sensíveis ao sentimento da economia mundial lideram os ganhos.

O PSI-20, o principal índice português, 1,86% para 4.093,49 pontos, quando os pares europeus também apresentam ganhos mais robustos, à medida que os países vão contrariando a força do coronavírus, e depois de semanas caóticas para os mercados por causa do Covid-19.

O CAC-40 está em alta de 3,20%, o italiano FTSE-MIB sobe 4,00% para 17.039,31 pontos. Em Frankfurt, o DAX-30 também ganha quase 4,00%. O espanhol IBEX-35 soma 2,2%.

“Os catalisadores desta subida inicial são essencialmente de duas ordens. A primeira é de mercado e está relacionada com os ganhos das bolsas asiáticas e dos mercados americanos após o fecho europeu. O segundo catalisador é de natureza sanitária. Os dados recolhidos no final do dia de ontem assinalaram uma ulterior melhoria”, resumem os analistas do BPI.

Por cá, a Mota-Engil sobe 4,29% para 1,264 euros, e lidera os ganhos na bolsa. No setor do papel a Altri avança 3,78% e a Semapa soma 3,03% para 8,5 euros, quando a sua participada Navigator está em alta de 2,36% para 2,256 euros. São estas as cotadas portuguesas mais permeáveis ao andamento da economia mundial.

Também o peso pesado Galp avança 3,88% para 10,305 euros, impulsionada pela recuperação dos preços do petróleo nos mercados internacionais — Brent está a subir 3,09% para 34 dólares por barril. Ainda no setor energético, a EDP valoriza 2,93% para 3,651 euros e a EDP Renováveis aumenta 1,34% para 10,6 euros.

A Sonae sobe 3,04%, enquanto a Sonae Capital é a única cotada em Lisboa que perde: –3,3% para 0,44 euros, depois de ter cancelado o dividendo por causa da pandemia do Covid-19.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa avança pela segunda sessão. Galp dá gás a Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião