Grécia, Espanha e Itália com quedas de mais de 9% em 2020. Portugal entre os que menos vão crescer em 2021

Covid-19 vai ditar forte recessão. Comissão Europeia vê a Zona Euro a contrair 7,7%, com Grécia, Espanha e Itália a serem os mais castigados. Portugal cai, mas menos. E também crescerá menos em 2021.

A Europa vai enfrentar uma forte recessão este ano. As previsões económicas de primavera da Comissão Europeia apontam para uma contração de 8,3% da União Europeia e de 7,7% da Zona Euro, com Grécia, Espanha e Itália a serem os países mais castigados pela crise provocada pela pandemia. Portugal está entre os que menos caem este ano, mas também ficará fora do grupo da frente no que toca à recuperação no próximo ano. Será dos que menos cresce no euro.

Grécia, Espanha e Itália deverão apresentar uma contração superior a 9%, este ano. Itália e Espanha devem assistir a uma quebra do PIB de 9,5% e 9,4%, respetivamente, reflexo do forte impacto que a pandemia está a ter. São os dois países mais fustigados pela crise sanitária que provocou dezenas de milhares de mortes, obrigando à quase paragem total das economias.

França, um dos gigantes da região, deverá contrair 8,2%, enquanto o “motor” da economia europeia, a Alemanha, poderá, segundo as previsões da Comissão Europeia, apresentar uma quebra de 6,5%. A contração do PIB germânico será ligeiramente inferior à de 6,8% apontada para Portugal, sendo mesmo uma das menores entre os países da Zona Euro.

O Luxemburgo será o país que cairá menos entre os que partilham a moeda única: 5,4%, mas na União Europeia é a a Polónia que tem o desempenho menos negativo, contraindo 4,3%.

Esta forte contração que será sentida este ano será seguida de uma recuperação. Nas previsões económicas de primavera, a Comissão Europeia aponta para que o PIB da UE cresça 6,1% em 2021, enquanto a economia do euro deverá apresentar um crescimento superior, de 6,3%.

Se Portugal está entre os que menos cairá este ano, também será dos que menos vai crescer em 2021 de entre os países do euro. A Comissão Europeia aponta para que o PIB português avance 5,8% no próximo ano, aquém da previsão para a área do euro, havendo apenas quatro países com taxas de crescimento inferiores: Luxemburgo, Holanda, Áustria e Finlândia.

A Alemanha deverá apresentar um crescimento de 5,9% em 2021, após a contração de 6,5%, enquanto França será o segundo país do euro que mais crescerá no próximo ano: 7,4%, apenas superada pela Grécia que deverá crescer 7,9%

Itália deverá registar um crescimento de 6,5%, bastante aquém de Espanha que depois da recessão deverá entrar no top 5 na recuperação. O país vizinho prepara-se para ver o PIB escalar 7%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Grécia, Espanha e Itália com quedas de mais de 9% em 2020. Portugal entre os que menos vão crescer em 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião