Barkyn aposta em marca própria. Quer aumentar equipa

Ronda de Série A no valor de 5 milhões de euros tem como objetivo apostar no portefólio de produtos próprios e, como explica o fundador da startup, "tornar a experiência imbatível".

A Barkyn, startup que entrega comida personalizada e disponibiliza assistência veterinária de 24 horas, quer continuar a crescer nos mercados do sul da Europa — Portugal, Espanha e Itália — e proporcionar aos clientes “um produto e uma experiência imbatíveis”. Pretende contratar mais 15 pessoas para suportar a expansão, ao mesmo tempo que reforça a aposta na marca própria.

“Queremos alargar o portefólio de produtos próprios — estamos a descontinuar os que não são da nossa marca — e também investir em tecnologia. Queremos aumentar a experiência de omnipresença”, explica André Jordão, CEO e cofundador da Barkyn, em conversa com o ECO.

A Barkyn anunciou esta quinta-feira ter fechado uma ronda de financiamento Série A, no valor de 5 milhões de euros e liderada pela Indico Capital Partners. A ronda, além de possibilitar o alargamento da gama de produtos próprios — que conta com cerca de 30 referências –, vai também aumentar as categorias disponíveis.

O desenvolvimento dos novos produtos é feito dentro de casa nas fases de formulação, engenharia de custos, ingredientes e processos de qualidade. Por isso, apenas a produção da alimentação, snacks, suplementos e farmácia — esta última categoria, a mais recente aposta da startup — é feita em fábricas localizadas sobretudo na Península Ibérica. Na equipa que trabalha os novos produtos, a Barkyn conta com 12 pessoas entre engenheiros, designers e uma veterinária em regime de full time, e ainda com uma rede de 22 veterinários que colaboram com a empresa.

Atualmente, a Barkyn conta com uma equipa de 40 pessoas. Até ao final deste ano, a startup quer contratar mais 15 pessoas — para as áreas de tecnologias, marketing e operações — e ainda premiar os membros que já estão na empresa, assegura André Jordão. “Queremos investir muito em pessoas que já estão connosco, e não só na contratação de novas pessoas”, assinala.

A operar em Itália, Espanha e Portugal, a Barkyn tem como clientes mais de 40 mil famílias e os seus animais de estimação. Em 2020, a startup triplicou a receita no primeiro trimestre, quando comparado com o período homólogo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Barkyn aposta em marca própria. Quer aumentar equipa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião