Receios de “segunda vaga” da pandemia penalizam Wall Street

As bolsas norte-americanas prosseguem a queda da sessão anterior, no dia em que o Departamento do Trabalho revelou que 1,5 milhões de cidadãos pediram subsídio de desemprego na última semana.

As bolsas norte-americanas registam quedas ligeiras, depois do recuo de cerca de 3% observado na última sessão. Os investidores estão a digerir a última atualização ao número de pedidos de subsídio de desemprego ao longo da última semana, que estabilizou em 1,5 milhões, de acordo com o Departamento do Trabalho.

O S&P 500 cai 0,21%, para 3.043,89 pontos, enquanto o industrial Dow Jones cede 0,39%, para 25.347,08 pontos. O tecnológico Nasdaq, que fixou máximos históricos nas duas primeiras sessões da semana, regressa agora a um patamar abaixo dos 10.000 pontos, caindo 0,04%, para 9.905,47 pontos.

Estes fracos desempenhos, que interrompem o rally das últimas semanas, refletem o aumento dos receios de uma “segunda vaga” nos EUA e noutros países do mundo. Concretamente no território estadunidense, alguns estados estão a implementar novas restrições às deslocações e, consequentemente, à atividade económica, perante o acelerar nos novos casos de Covid-19.

O abrandamento na reabertura é também visível no mercado laboral. O número de cidadãos a pedirem subsídio de desemprego manteve-se estável em 1,5 milhões de pessoas, comparativamente com os dados revelados na quinta-feira anterior, mas um número, ainda assim, historicamente elevado. É um sinal de que, enquanto o vírus vai ganhando terreno, geram-se novas barreiras ao regresso à atividade de milhões de trabalhadores.

Face a este cenário, e à semelhança da sessão anterior, as empresas do setor das viagens e lazer estão entre as mais penalizadas. A Wynn Resorts desvaloriza 3,27%, a Norwegian Cruise Lines cede 2,75% e a Carnival Corp cai 2,63%. A plataforma de reservas Trip Advisor perde 0,88%, uma quebra no valor da ação superior a 10% em apenas dois dias.

No setor tecnológico, que se destacou no último rally, a Apple continua a afastar-se do patamar dos dois biliões de dólares. A fabricante do iPhone recua 0,33%. Em simultâneo, a Amazon perde 0,53% e a Microsoft subtrai 0,53%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Receios de “segunda vaga” da pandemia penalizam Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião