Que empresa exporta mais em Portugal? E quem importa mais?

Em 2019, a Autoeuropa passou a ser a empresa que gera mais exportações em Portugal. Já a Galp continua a ser a maior importadora do país.

A Volkswagen Autoeuropa foi a empresa que mais bens (carros) exportou em 2019, enquanto a Petrogal (Galp Energia) foi a empresa que mais bens (petróleo bruto) importou para o território nacional, segundo o ranking que o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga todos os anos sobre as maiores exportadoras e importadoras do país. O top mantém-se há vários anos com quase as mesmas empresas, mudando ligeiramente de posição.

Entre as exportações de bens, a Autoeuropa acelerou para o topo no ano em que atingiu um recorde de produção de automóveis. Em segundo lugar ficou a maior importadora do país, a Galp Energia, que exporta o petróleo que passa pelas refinarias em Sines e Leixões, tendo sido a maior exportadora do país dez anos consecutivos, entre 2008 e 2018. Em terceiro lugar surge a Navigator: a quase totalidade das vendas da papeleira é para o exterior.

Entre as importações de bens, a Galp é a maior importadora há já vários anos, fruto de Portugal ser depende do exterior para ter petróleo que depois é transformado nas refinarias e utilizado como combustível.

Em 2019, a segunda maior importadora foi a TAP — que, segundo a própria empresa, é uma das maiores exportadoras de serviços do país — por causa da compra de aviões à francesa Airbus, tendo gasto pelo menos mil milhões de euros nessas aquisições para renovar 30% da frota. Em terceiro lugar surge a Autoeuropa que tem de importar, por exemplo, os motores dos carros que são montados na fábrica de Palmela.

Na interpretação deste ranking é preciso ter em conta alguns pormenores, desde logo que estes dados referem-se apenas e só às exportações e importações de bens, ou seja, excluem as exportações e importações de serviços, nomeadamente as de turismo. Ao contrário do que faz o Instituto Nacional de Estatística (INE) para os bens, o Banco de Portugal não divulga nenhum ranking relativamente aos serviços.

Além disso, ser a maior exportadora do país não significa que seja a empresa que tem maior valor acrescentado na medida em que poderá precisar de um elevado volume de importações para produzir os bens que exporta. Esse é justamente o caso da Autoeuropa, que também se encontra no ranking das maiores importadoras de bens, cujos materiais chegam principalmente de outros países como a Alemanha.

Eis o ranking completo:

Maiores exportadoras de bens:

  1. Volkswagen Autoeuropa
  2. Petrogal
  3. Navigator
  4. Bosch Car Multimedia
  5. Continental Mabor
  6. Faurécia
  7. PSA Automobiles
  8. Visteon Electronics
  9. Repsol Polímeros
  10. Aptivport Services

Maiores importadoras de bens:

  1. Petrogal
  2. TAP
  3. Volkswagen Autoeuropa
  4. Galp Gás Natural
  5. Pingo Doce
  6. Mercedes Benz
  7. Lidl
  8. Faurécia
  9. Peugeot Citroen (PSA)
  10. Renault

Quanto custa fazer uma máscara? Quanto gasta cada família com as telecomunicações? Quanto cobra uma imobiliária para vender a casa? Ou qual a profissão mais bem paga do país? Durante todo o mês de agosto, e todos os dias, o ECO dá-lhe a resposta a esta e muitas outras questões num “Sabia que…”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Que empresa exporta mais em Portugal? E quem importa mais?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião