Governo admite rever proibição dos plásticos de uso único

  • ECO
  • 13 Agosto 2020

A lei que proíbe os restaurantes de usarem descartáveis entra em vigor em setembro, mas o setor está preocupado com a situação. O Governo diz estar a “acompanhar” a situação e ainda não tem decisão.

Os estabelecimentos de restauração e bebidas ficam proibidos de utilizar ou disponibilizar louça de plástico de utilização única aos seus clientes a partir de 3 de setembro. Mas, em plena pandemia, há uma grande pressão para que o período de adaptação seja estendido. Apesar de ainda não haver uma decisão, o Governo diz estar a “acompanhar” a situação avança o Jornal de Negócios (acesso pago) nesta quinta-feira.

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) lidera os protestos, considerando que a lei “tem suscitado muitas preocupações no setor, ainda mais agora, pelo particular momento, tão difícil, como aquele que atravessa”, segundo justificou a sua secretária-geral, Ana Jacinto, àquele jornal. Em causa está uma diretiva comunitária que entrará em vigor em julho de 2021, mas que Governo antecipou, obrigando a que a restauração se adaptasse com um ano de antecedência.

Confrontado pelo Jornal de Negócios, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática (MAAC) disse “estar empenhado em assegurar a transposição da Diretiva”, e remeteu para o Ministério da Economia que foi igualmente contido na resposta, afirmando apenas que “está a acompanhar este assunto em articulação com o MAAC”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Governo admite rever proibição dos plásticos de uso único

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião