CEO da Barkyn é “líder mais inovador da área pet da Europa”

O fundador da startup portuguesa dedicada à nutrição e saúde canina acaba de vencer o prémio internacional na categoria de animais de companhia nos Global CEO Excellence Awards 2020.

André Jordão, CEO e cofundador da Barkyn, startup que entrega comida personalizada e disponibiliza assistência veterinária de 24 horas em Portugal, Espanha e Itália, acaba de ser distinguido internacionalmente nos Global CEO Excellence Awards 2020 ao receber o prémio de “líder mais inovador na área pet da Europa” (Most Innovative Pet Care Business Leader).

“O setor pet está em alta, sendo dos mercados online com maior crescimento e propensão contínua para tal. As famílias investem cada vez mais nos seus cães porque são considerados membros do núcleo. Com a Barkyn queremos entregar uma experiência nova, nunca antes vista, alicerçada numa marca forte e com significado, e solucionado o problema da fragmentação tão característico deste setor. Mais do que inovar, a missão é criar o novo futuro do e-commerce numa perspetiva de personalização e de conveniência recorrendo a tecnologia”, explica André Jordão, vencedor do prémio internacional na categoria de animais de companhia.

Esta distinção foi feita pela CEO Monthly, uma revista internacional dedicada a negócios e liderança. Para a coordenadora dos prémios Global CEO Excellence, Katherine Benton, este momento sem precedentes na história “está a testar os skill-sets e perícia dos líderes e das suas empresas em todo o mundo. E são os visionários que rapidamente se distinguem, como água do fogo. Não há melhor altura para reconhecer e destacar aqueles CEOs, que estão a desafiar a atual conjuntura económica para trazer mais esperança e um futuro melhor”.

A Barkyn foi fundada em 2017 por André Jordão e Ricardo Macedo e, em apenas três anos, já quadruplicou a equipa. A startup portuguesa já expandiu o negócio para Espanha e Itália e nem a pandemia da Covid-19 está a impedir a empresa de crescer e de ser distinguida internacionalmente.

Web Summit 2019, dia 1 - 04NOV19

A startup portuguesa já conquistou figuras públicas como a atriz portuguesa Rita Pereira ou Esther Acebo, atriz espanhola conhecida como “Estocolmo” na série de sucesso da Netflix, Casa de Papel. A Barkyn fez ainda parte do programa de aceleração de startups da Google e foi considerada, em 2019, como uma das startups mais sexy da Europa pela revista Wired.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

CEO da Barkyn é “líder mais inovador da área pet da Europa”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião