Novo Comité de Sustentabilidade da Altice estreia-se com primeira reunião

  • ECO
  • 23 Setembro 2020

A primeira reunião do Comité de Sustentabilidade da empresa realiza-se esta quarta-feira para debater os desafios para 2021 e com a presença Alexandre Fonseca, presidente executivo da Altice Portugal.

O Comité de Sustentabilidade da Altice Portugal reúne-se esta quarta-feira, 23 de setembro, pela primeira vez desde que foi criado este novo órgão com o intuito de promover ações e iniciativas que contribuam para um desenvolvimento sustentável e para desenvolvimento da coesão económica e social, informou a empresa em comunicado.

Presidida por Alexandre Fonseca, presidente executivo da Altice Portugal, a reunião contou ainda com a participação de João Zúquete da Silva, Chief Corporate Officer e coordenador do Comité de Sustentabilidade, e outros gestoores das mais diversas áreas da empresa. Ao Comité de Sustentabilidade da Altice Portugal irão juntar-se também entidades e personalidades externas da sociedade civil.

Esta nossa primeira reunião será o culminar de meses de trabalho em prol da sustentabilidade e do desenvolvimento sustentável. A sustentabilidade é um dos pilares estratégicos da Altice Portugal e este Comité traz por isso, um claro valor acrescentado à organização e ao país”, disse Alexandre Fonseca, no mesmo comunicado.

“Criar cultura de sustentabilidade, dar a conhecer a estratégia de sustentabilidade da Altice Portugal e envolver os colaboradores por forma a contribuírem ativamente para este objetivo, são os principais objetivos deste Comité que hoje inicia formalmente os seus trabalhos e que vem reforçar o posicionamento perante um tema atual e de relevo para a sociedade, procurando contribuir, através da sua cadeia de valor e em linha com os princípios da sustentabilidade, para o progresso social e económico”, frisou ainda a Altice no mesmo comunicado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Novo Comité de Sustentabilidade da Altice estreia-se com primeira reunião

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião