Castelbel vai vender sabonetes personalizados na Amazon Espanha

Castelbel continua a apostar no digital e vai entrar na Amazon este ano. "Estamos a começar com a Amazon Espanha, mas o objetivo é abranger outros países a nível europeu", revela a empresa ao ECO.

À semelhança da Ramirez que vai vender conservas na Amazon, a Castelbel, icónica marca portuguesa de sabonetes, também está prestes a entrar no gigante de comércio eletrónico ainda este ano. A marca tem presença online desde 2018, através da sua loja, mas decidiu que estava na altura de reforçar a sua presença online e alcançar novos consumidores.

“Neste momento estamos a abrir o nosso esculpo e estamos a criar a nossa store brand dentro da Amazon. Estamos a começar com a Amazon Espanha, mas o objetivo é abranger outros países a nível europeu”, revela ao ECO, Isabel Santos, responsável pelo desenvolvimento online da Castelbel.

Sabonetes, difusores, velas e alguns produtos corporais como creme de mãos, loções corporais e gel de corpo são alguns dos 200 produtos que a Castelbel vai ter à venda na Amazon Espanha. “Nós temos mais de 500 produtos, mas não vamos começar com os produtos todos por uma questão logística, conseguir servir uma Amazon não é a mesma coisa que servir a nossa própria loja. Temos que ter um armazém indicado e todo um processo de logística muito específico que a Amazon exige. A oferta será um pouco mais reduzida, mas estarão lá os produtos mais icónicos da marca”, explica a responsável pelo desenvolvimento online da Castelbel.

Face ao desafio logístico, Isabel Santos espera que até ao final do ano os produtos da Castelbel estejam à venda na Amazon. “Temos muitos produtos que carecem de certificação própria o que impede que seja um processo mais rápido, mas estamos convictos que será ainda este ano”.

Temos mais de 500 produtos, mas não vamos começar com os produtos todos por uma questão logística, conseguir servir uma Amazon não é a mesma coisa que servir a nossa própria loja.

Isabel Santos

Responsável pelo desenvolvimento online da Castelbel

A responsável pelo desenvolvimento online da Castelbel explica que a entrada na Amazon centra-se essencialmente em três pontos chave: “começamos a perceber que a presença da marca estava fora daquilo que nós entendemos que são os padrões da marca, temos pouca presença online e pela oportunidade de negócio”.

“Com a pandemia muita gente começou a direcionar-se para o negócio online e começamos a ver muita pessoas a colocar os nosso produtos à venda sem a imagem certa, sem as características, sem informação, sem conteúdo. A nossa entrada na Amazon foi vista como uma resposta a uma preocupação de certa forma”, destaca Isabel Santos.

Com a pandemia, as empresas estão a acelerar o caminho da transição digital e a reforçar a presença no online. A responsável pelo desenvolvimento online da Castelbel frisa que o investimento no digital já “é uma preocupação da marca muito antes da pandemia, mas que como é obvio acelerou durante a pandemia”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Castelbel vai vender sabonetes personalizados na Amazon Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião