Morais Leitão e Nova SBE criam Business Academy for Lawyers

Morais Leitão e Nova SBE Executive Education criam programa para formar advogados do futuro: Business Academy for Lawyers.

A Morais Leitão e a Nova SBE Executive Education acabam de criar programa para formar advogados do futuro. A Business Academy for Lawyers é um projeto concebido a pensar na “mudança sobre o que é ser advogado nos dias de hoje, que aposta no desenvolvimento de novas competências e no domínio de outras realidades para além do direito”

O programa foi cocriado integralmente pela Morais Leitão e a Nova SBE Executive Education, integrando-se com o plano de carreira da Sociedade.

Para Nuno Galvão Teles, managing partner da Morais Leitão, «pensámos no programa como uma provocação, lançando as nossas equipas para “fora de pé” e confrontando-as com realidades totalmente distintas no âmbito da gestão de projetos, da gestão financeira, da gestão de conflitos, da gestão de clientes, da inovação e da liderança, para dar alguns exemplos. Qualquer uma delas tem impacto direto nos índices de motivação e produtividade, ajudando a construir uma cultura de inovação e de cooperação com o cliente».

Para Pedro Brito, Associate Dean for Executive Education & Business Transformation, «O papel dos advogados está a mudar rapidamente. Há novas expetativas dos seus clientes, novos desafios que surgem de diferentes ângulos e novas competências a desenvolver neste novo e estranho contexto. Aqueles que não evoluem e lideram o caminho da aprendizagem irão tornar-se irrelevantes no futuro. Foi com esta premissa que a Nova SBE Executive Education desenhou uma jornada contínua de aprendizagem para a Morais Leitão, com a missão de preparar o seu talento não só para sobreviver, mas para continuar a inovar.»

A 1.ª edição, prestes a terminar, teve como tema o advogado gestor de projeto, e decorreu em contexto de sala com estudos de caso, debates, role-play, discussão e partilha de ideias nas instalações da Nova SBE no Campus de Carcavelos. O sucesso e interesse foram grandes, pelo que se seguirão novas edições, ajustando sempre os temas à audiência e às necessidades e novos desafios específicos do setor.

O programa foi destacado no relatório anual dos prémios de inovação na advocacia europeia (FT Innovative Lawyers Awards 2020), como exemplo de aposta na melhoria da formação dos advogados.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Morais Leitão e Nova SBE criam Business Academy for Lawyers

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião