Centros comerciais querem abrir mais cedo, lojas de rua não concordam

  • ECO
  • 10 Novembro 2020

A Associação Portuguesa de Centros Comerciais e Associação de Empresas de Distribuição estão unidas no objetivo de antecipar a abertura das lojas. Lojas de rua não concordam.

O Governo impôs o recolher obrigatório das 13h00 às 5h00 nos próximos dois fins de semana. A Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC) e a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) estão unidas no objetivo de antecipar a abertura das lojas, avança o Jornal Negócios (acesso pago)

“Estamos a pensar em soluções, nomeadamente nos centros comerciais, que passam por abrir as lojas mais cedo, às oito horas, de forma a dar uma margem maior” aos clientes e aos lojistas, revela Gonçalo Lobo Xavier, diretor-geral da APED. O presidente dos Centros Comerciais, António Sampaio de Mattos, destaca a necessidade de “minimizar ligeiramente o impacto económico da medida, pensamos que a antecipação da hora de abertura dos centros comerciais, por exemplo, para as 8h da manhã, seria uma medida a implementar nos dois próximos fins de semana”. A antecipação do horário de abertura é exequível, mas depende da autorização do presidente de cada autarquia.

Sampaio de Mattos critica esta medida e diz que as restrições “podem provocar essas aglomerações noutros momentos do dia e da semana”. À semelhança do diretor-geral da APED que prevê, igualmente, “maiores concentrações de pessoas durante a manhã” dos próximos fins de semana.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Centros comerciais querem abrir mais cedo, lojas de rua não concordam

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião