Portugal é o terceiro país da Europa com mais moratórias no crédito

Mais de dois em cada dez euros de crédito bancário estavam protegidos por moratória em Portugal.

Portugal é o terceiro país com mais moratórias no crédito na Europa em função do total de empréstimos. Mais de 20% do crédito encontrava-se protegido pelo regime que suspende temporariamente o pagamento das prestações, de acordo com os dados revelados esta sexta-feira pela Autoridade Bancária Europeia (EBA, na sigla em inglês).

Apenas Chipre e Hungria superavam Portugal neste capítulo, sendo que no caso dos cipriotas quase metade (48,1%) dos empréstimos estavam “abrigados” pelas moratórias.

Em termos absolutos, as moratórias protegiam em Portugal créditos no valor de 43,84 mil milhões de euros, sendo o quinto país com maior volume.

França liderava este ranking, apresentando o volume de crédito sob moratória de 254 mil milhões de euros. Seguem-se Espanha e Itália: os espanhóis tinham 186,9 mil milhões de euros em crédito que beneficiava de moratória; já as moratórias concedidas pelos bancos italianos ascendiam a 155,7 mil milhões de euros.

Segundo a EBA, um total de 871 mil milhões de euros em crédito gozavam do escudo conferido pelos regimes de moratória que os países implementaram para aliviar o aperto sentido por famílias e empresas com a pandemia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal é o terceiro país da Europa com mais moratórias no crédito

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião