EDP Renováveis assegura contratos de longo-prazo de venda de energia para 220 MW em leilão na Polónia

Os projetos deverão ter o início das suas operações em 2022 e 2023.

A EDP Renováveis anunciou esta segunda-feira em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que assegurou contratos de longo prazo de 15 anos no leilão de energia renovável na Polónia, para a venda da energia produzida por um portfólio de 5 projetos, eólicos e solares, com capacidade total de 220 MW.

Os projetos deverão ter o início das suas operações em 2022 e 2023.

“Este contrato de longo-prazo reforça a presença da EDP Renováveis na Polónia com 476 MW em operação e 558 MW já assegurados no país para os próximos anos”, disse a empresa no mesmo comunicado, acrescentando que tem já assegurado 87% dos cerca e 7 GW de capacidade prevista para o período de 2019-2022, conforme anunciado no Update Estratégico apresentado em março de 2019.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

EDP Renováveis assegura contratos de longo-prazo de venda de energia para 220 MW em leilão na Polónia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião