Zoom sobe 4,5% mas Wall Street regista ganhos marginais

Wall Street faz compasso de espera depois da subida de segunda-feira. Mas a plataforma Zoom valoriza cerca de 4,5%, depois de ter apresentado resultados melhores do que as estimativas dos analistas.

Depois da forte recuperação de segunda-feira, as bolsas norte-americanas estão a registar ganhos, embora marginais. Os investidores estão cautelosos, aguardando as várias declarações de responsáveis da Reserva Federal dos EUA (Fed) previstas para esta semana.

A pandemia também está a condicionar as negociações. A Organização Mundial da Saúde deu conta de um novo aumento nas infeções por Covid-19 a nível mundial. Foi também descoberta uma variante do SARS-CoV-2 no Brasil que estará na origem de múltiplos casos de reinfeção.

Neste contexto, o S&P 500 sobe 0,08%, para 3.904,81 pontos; o Dow Jones ganha 0,11%, para 31.570,07 pontos; e o Nasdaq avança 0,06%, para 13.59649 pontos.

Muitos olhos continuam postos na evolução das yields da dívida soberana. Os juros das obrigações do Tesouro dos EUA a 10 anos continuam relativamente estáveis depois da subida acentuada registada ao longo do mês de fevereiro, caindo 1,2 pontos base, para 1,434%.

Apesar do otimismo em torno da vacinação da população e de uma recuperação forte da economia no segundo semestre (que explica a subida das yields e os receios em torno da inflação), as ações do Zoom destacam-se nesta sessão.

A empresa soma 4,48%, para cerca de 428 dólares cada título, depois de ter apresentado resultados bastante acima das expectativas dos analistas. O Zoom é frequentemente apontado como uma das companhias que mais beneficiou da mudança nos hábitos de consumo desencadeada pela pandemia.

Depois de terem disparado mais de 17% na segunda-feira, os títulos da GameStop prolongam a subida, avançando 1,97%, para 122,77 dólares. A cotada tem estado na mira dos pequenos investidores, organizados em grupos no Reddit e noutros fóruns na internet.

Em contrapartida, a Apple recua cerca de 1%, enquanto a Tesla perde 1,45%. A fabricante de automóveis desvaloriza, mesmo num cenário de subida do preço da bitcoin (a empresa investiu 1,5 mil milhões de dólares na criptomoeda em fevereiro). O valor da moeda virtual soma 2,58% e negoceia a quase 49.400 dólares a unidade.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Zoom sobe 4,5% mas Wall Street regista ganhos marginais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião